Joaquinzão será palco para CAD x São Lucas na noite desta quarta-feira (28); clube guarapuavano tem chance de reassumir a liderança isolada da Série Prata

A grande novidade da partida é o retorno do pivô Robert ao Time de Guerreiros. Ele foi artilheiro do CAD em 2020. Acompanhe também outras notícias da coluna Notas Esportivas: Musa Tricolor no Apucarana Sports, FC Cascavel, vôlei masculino nos Jogos de Tóquio, Gabriel Barcos no São Joseense

Após a bela vitória sobre o Mariópolis no último sábado (24 julho), o Clube Atlético Deportivo (CAD)/Guarapuava volta a entrar em quadra pelo Paranaense de Futsal 2021 da Série Prata nesta quarta-feira (28 julho), às 19h. O adversário da noite é o São Lucas de Paranavaí, um grande clássico do estado que promete esquentar a noite no Joaquinzão.

O jogo é válido pela 10ª rodada da competição (compensação de rodada atrasada). O adversário ocupa a 9ª colocação na competição, é o primeiro time fora da zona de classificação. Já o CAD tem desfalques importantes: Catolé, Felipe Otto e Tiago não estão à disposição por lesão e suspensão.

Novidade
Mas uma novidade aguardada e que deve roubar a cena da partida é o pivô Robert (artilheiro da equipe em 2020), o mais novo contratado da equipe. Ele já está apto para novamente defender o CAD e incorporar o elenco para a sequência da competição.

Classificação
Com 26 pontos em 11 partidas (duas a menos que a rodada atual da competição), o CAD ocupa a segunda colocação na competição, empatado em número de pontos com a Apaf de Paranaguá na liderança (que tem um jogo a menos que a competição). O critério de desempate é o confronto direto (o Paranaguá foi o único time que o CAD não venceu na competição, um empate e uma derrota até aqui).

Liderança
Caso vença o São Lucas na noite desta quarta-feira (28), o CAD ultrapassará em número de pontos a Apaf, reassumindo a liderança isolada do Paranaense e praticamente assegurando a classificação antecipada para a 2ª fase. “Isso porque o adversário da noite só poderá alcançar 30 pontos na primeira fase se vencer todas as partidas começando pelo CAD que já alcança 29 pontos em caso de vitória e praticamente carimba passagem matematicamente”, explica o clube guarapuavano. Porém, o técnico Baiano tem mais um objetivo que é classificar com a melhor campanha para decidir play offs em casa caso alcance esta fase da competição.

Transmissão
Ainda sem poder contar com o público no ginásio Joaquinzão, a transmissão da partida será pelo Youtube e Facebook oficial do CAD (https://www.facebook.com/cadfutsal) e também pelo Facebook do Conexão Local (https://www.facebook.com/conexaolocalguarapuava).

Apucarana
Em sua pré-temporada para a 2ª Divisão do Paranaense, o Apucarana Sports tem feito amistosos. Na semana passada, duelou com o Laranja Mecânica, clube de Arapongas que deve participar da 3ª Divisão de 2021; e o Assisense, equipe de Assis (SP) que se prepara à A4 do Campeonato Paulista. O Dragão do Norte estreia no Campeonato Paranaense da Divisão de Acesso, em 28 de agosto (sábado), no Estádio Olímpio Barreto, às 15h30, contra o Nacional de Rolândia.

Musa
O representante da Cidade Alta também tem sua Musa Tricolor: Thaisa, que promete defender com unhas e dentes as cores do time Apucarana no Campeonato Paranaense da Divisão de Acesso de 2021. “É uma honra muito grande representar o Apucarana Sports. Ser escolhida como representante oficial do clube é uma emoção fora do comum”, afirma Thaisa, que é modelo e tem 24 anos. “Esse ano eu quero vir com tudo no Paranaense! Quero ver meu Dragão do Norte brilhar no topo!”, diz, em material de assessoria.

(Foto: Apucarana Sports)

Musa 2
Thaísa tem 24 anos, nasceu e cresceu em Apucarana. Ela é formada em Enfermagem, trabalhando desde os 15 anos nessa área; atua na UTI de Covid-19 do hospital e na central de Covid de Apucarana. “Eu tenho orgulho em ser enfermeira, atuar com muito amor e carinho. Sou professora do curso técnico de enfermagem, cristã, minha fé é firmada em Deus e acredito em dias melhores”, diz, em material de assessoria.

FC Cascavel
A temporada 2021 ainda não terminou, mas sem dúvidas este é o melhor ano da história do Futebol Clube Cascavel, time que tem uma única derrota, 14 vitórias e 8 empates em 23 jogos disputados entre as competições do Paranaense, Copa do Brasil e Brasileirão da Série D. Com um aproveitamento de 72,4% neste ano, a equipe aurinegra também não sabe o que é perder nos últimos 16 jogos disputados, sendo oito pelo campeonato estadual, competição em que está invicto e classificado para a semifinal.

FC Cascavel faz campanha de destaque no Brasileirão (Foto: Assessoria)

FC Cascavel 2
No Brasileirão da Série D, a equipe comandada pelo técnico Tcheco também segue mantendo sua invencibilidade. São seis vitórias e dois empates, números que colocam o FC Cascavel como dono da melhor campanha na competição nacional em oito rodadas disputadas, além de ser também o melhor time entre as quatro divisões do Brasileirão.

FC Cascavel 3
Por falar em Série D, o aproveitamento da Serpente aumenta ainda mais e chega a 83%. O time também conta com o melhor ataque com 18 gols marcados, oito sofridos e um saldo de 10 tentos. Destaque também para o atacante Léo Itaperuna que já balançou as redes sete vezes e ocupa a vice-artilharia. Seguindo de perto, na terceira posição, está o meio-campo Robinho com seis gols na competição nacional. Para se ter uma ideia do feito do Cascavel, na primeira divisão o Palmeiras lidera com 79% de aproveitamento e 31 pontos conquistados após 13 jogos. O Náutico lidera a Série B com 71% e 30 pontos ganhos em 14 jogos. Líder da Série C com 70% de aproveitamento e 19 pontos somados em nove partidas está o time do Ypiranga.

Vôlei
Em dia infeliz, a seleção brasileira masculina de vôlei perdeu nesta quarta-feira (28) para o Comitê Olímpico Russo (ROC, na sigla em inglês) por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/20. O duelo foi realizado na Arena de Ariake, na capital Tóquio. Com este resultado, o Brasil caiu para a terceira colocação do Grupo B. Já o Comitê Russo assumiu a liderança, enquanto os Estados Unidos ocupam a vice-liderança. Apenas quatro dos seis componentes da chave passam de fase. Argentina, França e Tunísia são os outros países que lutam por vaga na chave.

Pirata
Representando São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba), o São Joseense vem com time forte para a disputa da Divisão de Acesso em 2021. Entre os jogadores anunciados, um deles é o atacante Gabriel Barcos (33 anos), que foi vice-campeão com o Maringá FC na 1ª Divisão de 2014. Com faro de gol, ele ganhou o apelido de Barcos pela semelhança física com o argentino Hernán Barcos, o Pirata, ex-jogador de Palmeiras e Grêmio.

Gabriel Barcos com a camisa do São Joseense (Foto: São Joseense)

Pirata 2
Inclusive, o Barcos daqui comemorava os gols ao estilo do Barcos original, ou seja, cobrindo um dos olhos com a mão ao imitar um pirata. Além do Maringá, Gabriel passou por Paraná Clube, Paysandu, Red Bull Brasil, São Bento, Cianorte, Votuporanguense, entre outros. Agora, promete fazer história no São Joseense. O vice-campeão paranaense ganhou destaque também em sua passagem pelo São Bento, na temporada de 2013 na Série A2 do Campeonato Paulista, quando anotou 15 gols em 26 jogos.