Laerte participará nesta sexta-feira (6) de uma live de lançamento do livro ‘Manual do Minotauro’

O livro, de mais de 400 páginas, registra em tiras uma verdadeira revolução promovida por esta artista sem igual, Laerte Coutinho. Confira também na coluna: show de Alex Ferrera, Corporação Musical da Prefeitura Municipal, podcast do Esporte Paraná

A cartunista Laerte encontra virtualmente a historiadora Lilia Schwarcz nesta sexta-feira (6 agosto), às 19h. Será uma live de lançamento do livro “Manual do Minotauro” (ed. Companhia das Letras), que reúne material produzido por Laerte. Essa conversa será transmitida nos canais da editora no YouTube (https://www.youtube.com/user/CompanhiaDasLetras), Facebook (www.facebook.com/companhiadasletras) e Twitter (https://twitter.com/cialetras).

“Manual do Minotauro” já está disponível em todas livrarias e lojas online. O livro, de mais de 400 páginas, registra em tiras uma verdadeira revolução promovida por esta artista sem igual, Laerte Coutinho.

Minotauro
Laerte já tinha mais de três décadas de cartunismo e era uma das profissionais mais festejadas do Brasil quando decidiu reinventar tudo. Por volta de 2004, sua tira “Piratas do Tietê” abandonou os personagens recorrentes e os arremates cômicos para explorar o espaço daqueles três ou quatro quadros com uma mistura de filosofia, metafísica, poesia, poucas certezas e muitas dúvidas. “Piratas” virou “Manual do Minotauro” e entramos, junto a Laerte, no labirinto do ser mitológico. O desenho é o mesmo, exato na economia.

Minotauro 2
“O jogo entre nanquim, cor, forma e quadros ainda é referência de design. O texto continua enxuto, preciso. A narrativa é claríssima. Mas, ao mesmo tempo, algo vibra por baixo da aparente simplicidade. Nestas mais de 1.500 tiras publicadas entre 2004 e 2015 e reunidas pela primeira vez em livro, Laerte é a nossa guia. Temos o privilégio de seguir o fio da evolução artística que confirma sua carreira como uma das mais impressionantes nos quadrinhos não só no Brasil, mas do mundo”, diz o material de divulgação da Cia das Letras.

Autora
Laerte Coutinho nasceu em São Paulo em 1951. Fundadora da revista Balão e premiada no 1º Salão de Humor de Piracicaba, em 1973 passou a colaborar com a grande imprensa diária e com a imprensa sindical. Nos anos de 1980 e 1990, participou das revistas Chiclete com Banana, Geraldão e Circo, além de capitanear suas próprias, Piratas do Tietê e Striptiras. Trabalhou como roteirista de programas humorísticos e infantis da TV Globo, e desde 1991 mantém uma tira diária no jornal Folha de S.Paulo.

Alex Ferrera
O músico Alex Ferrera tem show marcado para este domingo (8 agosto), às 16h, na Cervejaria Jordana, no Vale do Jordão, em Guarapuava. Entrada free. Para mais informações: (42) 99114-1776. Ferrera é compositor e tem dois discos autorais em sua carreira-solo, sendo que um deles foi lançado na íntegra este ano nas plataformas digitais: “O mundo é da cor dos seus olhos” (link: https://ffm.to/omundoalbum).

Alex Ferrera 2
Em conversa com a coluna, Alex Ferrera adiantou que essa apresentação de domingo, Dia dos Pais, terá um set list baseado em covers e canções autorais. “Vai ser voz e violão”, diz.

Alex Ferrera é cantor, instrumentista e compositor em Guarapuava (Foto: Tonny Dell’ara)

Corporação Musical
Segundo o Departamento de Cultura de Guarapuava, a Banda Jovem Municipal e a Orquestra de Câmara de Guarapuava estão a todo vapor. “Você já ouviu falar da Corporação Musical da Prefeitura Municipal? É o nome da organização onde o Coral Municipal, a Banda Jovem e a Orquestra estão inclusos e que tem como principal objetivo a inserção de guarapuavanos no mundo da música”, diz um post do perfil @culturaguarapuava.

Corporação Musical 2
Em 2021, “estamos tentando construir mais pontes entre estes três pilares, para enriquecer o ensino da música e para que mais colaborações como esta do video possam ser entregues ao público do município”, explica o perfil. Vale lembrar que as inscrições para a Oficina de Música estão abertas. É através dela que você pode vir a compor a corporação. As inscrições devem ser feitas na Casa da Cultura Dr. Eurico Branco Ribeiro enquanto houver vagas. A Casa fica na rua Alcione Bastos, 1.821, Alto da XV. Para mais informações, entre em contato pelo número (42) 3621-4583.

Podcast
Aproveitando o clima olímpico, a Superintendência de Esporte do Paraná relembra o ano de 1992, quando a seleção feminina brasileira de basquetebol se classificou pela primeira vez para os Jogos Olímpicos de Barcelona, na Espanha. Sob o comando da técnica Maria Helena Cardoso, 12 atletas fizeram história ao terminarem em 7° lugar na classificação final. Dentre elas, a curitibana Joyce Batista, convidada desta semana do podcast do Esporte Paraná.

Podcast 2
Durante o bate-papo, Joyce relembrou com carinho os momentos mais emblemáticos das conquistas que marcaram sua carreira esportiva, como o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Havana (Cuba), em 1991.