Centro de Artes Iracema T. Ribeiro reabrirá neste mês de agosto com a exposição ‘Resgate: Acervo Municipal de Guarapuava’

A abertura do evento será realizada no dia 13 de agosto, às 19h, e contará com uma apresentação dos musicistas João Marcos Oliveira e Diógenes Felisbino. Confira também na coluna: projeto da HQ “Redenção” com Mike Deodato Jr., box com a obra reunida de Lima Barreto, estreia do programa de rádio “Nasi e os Irmãos do Blues”

O Centro de Artes Iracema Trinco Ribeiro vai reabrir com a exposição “Resgate: Acervo Municipal de Guarapuava”. O projeto tem como principal objetivo apresentar a história do cenário das artes visuais no município e levar ao conhecimento do público os episódios que contribuíram para a construção do acervo local.

A abertura do evento será realizada no dia 13 de agosto, às 19h, e contará com uma apresentação dos musicistas João Marcos Oliveira e Diógenes Felisbino. Mas é preciso confirmar presença CLICANDO AQUI. Com entrada gratuita, a exposição ficará até 4 de outubro.

Centro 2
O Centro de Artes funcionará de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h. O espaço fica na rua Mal. Floriano Peixoto, 1.399, Centro (ao lado da Catedral).

Mike Deodato
Famoso desenhista com passagem memorável de quase duas décadas pela Marvel Comics (a mesma que publica Homem-Aranha, Vingadores, X-Men, entre tantos), o brasileiro Mike Deodato Jr. produziu uma HQ autoral em parceria com Christa Faust (roteiro): “Redenção” (“Redemption”, no original). Trata-se de um “western futurista e pós-apocalíptico”, que chega agora ao Brasil pela Skript Editora, com tradução de Mario Luiz C. Barroso. O projeto brasileiro está em campanha de pré-venda no site Catarse (https://www.catarse.me/deodato), até 09/09/2021.

Enredo
A HQ “Redenção” tem o seguinte enredo: a poeirenta cidade de Redenção sobreviveu ao apocalipse, mas está por um fio. Um déspota a governa com punho de ferro e controla o recurso mais precioso: a água. Quando esse homem marca sua mãe para morrer, a jovem Rose Obregon se aventura no perigoso deserto para buscar a ajuda da lendária pistoleira Cat Tanner. Apenas para descobrir que a chamada “Açougueira” está há muito aposentada, vivendo em solidão, longe do mundo. E preferindo ficar assim. Vendo Rose na sua porta, seguida por pistoleiros, a Açougueira precisa escolher: ficará de lado ou pegará as armas e realizará o que faz de melhor?

Edição
Seguindo o padrão AWA/SKRIPT, “Redenção” será publicada num encadernado de luxo, reunindo todo o arco já lançado: em cor, formato americano e 116 páginas. Editado e adaptado no Brasil por Diego Moreau e Johnny C. Vargas, a HQ será revisada por Giulia Gewehr de Carvalho e Diego Moreau.

Página da HQ “Redenção” (Foto: Reprodução)

Autores
Mike Deodato Jr. é um dos mais conhecidos desenhistas brasileiros e um dos mais elogiados quadrinistas mundiais, tendo sido responsável por grandes arcos da nona arte, na Marvel e DC. Nos EUA, começou com a adaptação para os quadrinhos de “Perdidos no Espaço”, em 1990, assumindo quatro anos depois a fase da Mulher Maravilha, catapultando-o ao estrelato. Neste período, assumiu importantes personagens da Marvel, DC e Image, saindo da Casa das Ideias após seu run em Thanos, Vingadores e Vingadores Selvagens.

Autores 2
Christa Faust é uma das escritoras revelação de sua geração. Escrevendo livros, contos e quadrinhos, já recebeu nomeações e prêmios pela Edgar Allan Poe Awards, Anthony Awars, Crimespree Awards e Barry Awards. Adaptou para literatura diversos filmes, entre eles: “Snakes on a Plane”, “Friday the 13th: The Jason Strain”, “A Nightmare on Elm Street: Dreamspawn” e a animação “Batman: The Killing Joke”. Faust cresceu na cidade de Nova York, no Bronx e na Hell’s Kitchen.

Lima Barreto
A editora Nova Fronteira está em pré-venda do box “Lima Barreto: Obra reunida”, a R$ 219,90. Em segunda edição revista (2.576 páginas), o combo reúne todos os seus romances, uma significativa seleção de seus contos e crônicas, os “Diários” – o íntimo e o do hospício -, o inacabado “Cemitério dos vivos”, romance baseado nas experiências passadas no hospital de alienados, suas três narrativas satíricas, “Aventuras do Dr. Bogoloff”, “Os Bruzundangas” e “Coisas do Reino de Jambon” e ainda o folhetim “O subterrâneo do Morro do Castelo”, em que o autor, a serviço de O Correio da Manhã, misturou jornalismo e ficção para retratar a derrubada parcial do Morro do Castelo, empreendida por Pereira Passos em 1905.

Lima Barreto 2
Os volumes contam ainda com apresentações de Francisco de Assis Barbosa, Miguel Sanches Neto, Oliveira Lima, João Ribeiro, Monteiro Lobato, Eliane Vasconcellos, Lêdo Ivo e Otto Maria Carpeaux.

Lima Barreto 3
“Lima Barreto foi, entre nós, o primeiro a realizar uma literatura militante contra as injustiças sociais e os preconceitos de raça, de que ele próprio foi vítima. Considerado um crítico virulento dos vícios e corrupções da sociedade e da política de sua época, produziu uma obra vasta, que abarca os mais variados estilos”, diz a Nova Fronteira.

Nasi é vocalista e um dos fundadores do Ira!; além de sua carreira-solo com discos autorais (Foto: Divulgação)

Nasi
A próxima sexta-feira (6 agosto) será de estreia no rádio. O cantor e compositor Nasi (do Ira!) vai comandar o programa “Nasi e os Irmãos do Blues”, a partir de 20h, na Kiss FM, 92.5, famosa emissora paulistana dedicada ao rock. O projeto leva o nome da banda criada e liderada pelo cantor no início dos anos de 1990, com a qual lançou quatro álbuns. No programa, que pode ser ouvido pela internet (https://kissfm.com.br/) ou aplicativo de celular, Nasi irá apresentar músicas de várias vertentes do Blues.