Polícia Civil vai apurar 11,5 mil denúncias de violência contra idosos no Paraná

São casos relatados pelo Disque 100, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Ação faz parte segunda edição da Operação Vetus, realizada nos 26 estados e no Distrito Federal

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) iniciou nesta sexta-feira (15) as ações de combate à violência contra idosos. Ao todo serão apuradas 11,5 mil denúncias registradas no Estado através do Disque 100, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. As atividades fazem parte da segunda edição da Operação Vetus, que investiga crimes contra esse público.

A operação é realizada nos 26 estados e no Distrito Federal, acompanhando o Plano Nacional do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que visa reprimir e prevenir a violência contra a população idosa. A previsão é que as ações finalizem no dia 18 de novembro deste ano.

As 11.551 denúncias que serão apuradas no Paraná foram processadas no período de janeiro a setembro de 2021. Na última edição da Vetus, em 2020, a PCPR apurou 556 denúncias no Estado, sendo que os registros eram relativos a abril e junho daquele ano.

O delegado da PCPR e coordenador da Operação Vetus, Claudio Marques, afirma que existem denúncias em duplicidade, relacionadas à mesma vítima, o que exige primeiramente uma análise dos casos. “Os dados serão cruzados com inquéritos policiais que já tenham sido instaurados pelas delegacias”, disse.

Também estão previstas visitas e inspeções em casas de repouso e abrigos. O objetivo é garantir a plena convivência e segurança dos idosos, além de ampliar a rede de proteção desse público. Vetus significa idoso em latim.