Treinos de atletismo desenvolvem potencial de crianças e adolescentes guarapuavanos

O professor Fernando Obal explica que o atletismo trabalha as noções de espaço e percepções do esporte

O atletismo é a prática esportiva mais antiga do mundo, considerado o “clássico” dos esportes e precursor dos demais ao representar os fundamentos mais básicos das atividades humanas como saltar, arremessar e correr. Oferecidos pela Secretaria de Esportes e Recreação, mais de 10 alunos, com idades entre 9 e 18 anos, participam da escolinha que utiliza as pistas do Centro de Iniciação ao Esporte do Pavão, no Bairro Morro Alto.

O professor Fernando Obal explica que o atletismo trabalha as noções de espaço e percepções do esporte. “É uma modalidade que engloba todos os esportes, não somente correr, saltar e lançar, mas aperfeiçoar a resistência, velocidade e entender até onde o corpo pode ir em um esporte”, explica.

Para atletas como Gabriela Scatolin, além da atividade física, o atletismo tem propiciado muitas coisas, entre elas, viajar e participar de diversas competições. “Minha modalidade preferida é o salto em distância porque gosto de saltar, além disso, faço porque é sempre bom ganhar medalhas”, disse.

Nas aulas são praticadas corridas, envolvendo técnica e condicionamento físico, com provas de curta ou longa distância, em velocidade ou a passos moderados, dependendo da condição de cada aluno, além da corrida com barreiras, prova que Gabriela também participa em competições. Os alunos ainda fazem o arremesso de peso e o salto em distância.

GRÁTIS

Para quem deseja participar, as aulas são gratuitas e basta comparecer ao local de treinos.

Os treinos acontecem nas segundas e quartas-feiras, das 16h às 17h, e nas segundas, quintas e sextas-feiras, das 9h30 às 11h no CIE (Antônio Carlos de Paula) do Pavão.