Prudentópolis FC participará da Copa 50 anos – Sub 19, em União da Vitória

Torneio será disputado no município de União da Vitória (PR) nos dias 17, 18 e 19 de dezembro no Estádio Antiocho Pereira. Além do Tigre da Serra, competição tem Iguaçu, Frontin Futebol e Vocem Futtalents

Os meninos do Prudentópolis Futebol Clube entrarão em campo neste fim de semana (dias 17, 18 e 19 de dezembro) para disputar a Copa 50 anos – Sub 19 no município paranaense de União da Vitória (na fronteira com Santa Catarina).

É um torneio comemorativo do cinquentenário da tradicional Associação Atlética Iguaçu, que disputou junto com o Prude o profissional da Divisão de Acesso do Paranaense em 2021.

No caso da Copa, serão quatro equipes na categoria de base (Sub 19). Além do Tigre da Serra, a competição terá a presença do anfitrião Iguaçu, do Frontin Futebol (de Paulo Frontin) e do Vocem Futtalents (parceria entre o time paulista de Assis e uma empresa esportiva da capital paranaense).

Segundo o técnico Lucas Henrique, a preparação do time prudentopolitano começou há duas semanas, em novembro. “O grupo é formado por meninos da região de Curitiba. Mas tem alguns que virão de Prudentópolis”, explica, em conversa com o CORREIO.

A expectativa é de realizar bons jogos na Copa. “A gente sabe que as equipes são fortes, pois todo mundo está se preparando”, destacando que o Tigre pretende também utilizar a competição visando o estadual da categoria. “A gente está se preparando, buscando melhores atletas, para no próximo ano fazer um bom Campeonato Paranaense”.

CAMPEÃO
À frente do Sub-17, Lucas Henrique levou o Prudentópolis ao título da Copa Integração 2021, disputada nesta semana em Campo Largo, no Estádio Atílio Gionedis.

No Grupo A, os prudentopolitanos venceram Grêmio (3 a 0), Futtalents (2 a 0) e Internacional (1 a 0). Já na semifinal, 1 a 0 em cima do Imbituva. E, na grande final, 2 a 1 diante da equipe Old School.

JOGOS
Na 1ª rodada da Copa 50 anos, sexta-feira (17), às 15h45, a Pantera mede forças com o Frontin. Nesse mesmo dia, o Prude vai encarar o Vocem, famoso Esquadrão da Fé de Assis (SP), às 17h20.

No dia seguinte (sábado), a 2ª rodada terá Prude x Frontin, às 8h45; e Iguaçu x Vocem, às 10h45. A 3ª rodada será à tarde: Frontin x Vocem (às 15h50) e Iguaçu x Prude (às 17h20).

E, no domingo (19), decisão do terceiro e quarto colocados às 14h30; e grande final, às 16h.

A Copa tem apoio da Prefeitura de União da Vitória (PR).

IGUAÇU
Com passagens pela região Centro-Sul, onde treinou o Prude (equipe principal) e o Batel (principal e Sub-19), o técnico Dudu Sales é o novo comandante da equipe Sub-19 do Iguaçu.

Dudu Sales comandará o Sub-19 do Iguaçu na Copa 50 anos e no Paranaense de 2022 (Foto: Assessoria)

Dudu dirigiu o Atlético Clube Paranavaí (ACP) na temporada de 2021 durante a 1ª fase da 3ª Divisão do Paranaense. O professor também passou por Cascavel Clube Recreativo (CCR) e Fernandópolis FC. Além de possuir a licença B para treinadores, exigida pela CBF, ele tem vários outros cursos de aperfeiçoamento na área.

Ao CORREIO, Dudu conta que a Copa 50 anos será utilizada como preparação ao Sub-19 estadual do próximo ano. “Estamos no início de uma formação visando fazer um excelente Campeonato Paranaense de 2022”, destacando que o objetivo também é conquistar o título da Copa, dando alegria aos torcedores da Pantera.

Ele chegou a União da Vitória no dia 9, mas os trabalhos já haviam iniciado com os professores Juca e Bruno. “Vi que o projeto do Iguaçu é grande e de uma organização incrível. Isso me motivou muito em fazer parte desse projeto”, explica Dudu, destacando que já conhecia o gerente de Futebol do clube, Luiz Tosta.

É a primeira vez que o novo técnico do Sub-19 trabalha na Pantera. “Aqui me deparei com uma diretoria que vive e se entrega de corpo e alma ao clube. E isso me deixa com mais gana ainda”, destacando que, em breve, o Iguaçuzão estará na elite do futebol paranaense, visando objetivos maiores no cenário nacional.

Na Copa 50 anos, Dudu vai reencontrar o Prudentópolis, clube onde ele esteve em duas temporadas marcantes no comando do time profissional. “Tenho um carinho e respeito enorme pelo Prudentópolis. Um clube no qual me abriu as portas e fui muito feliz”, completando que hoje defende as cores do Iguaçu e respeita o Prude.