Paulo Vogt confirma que Guarapuava FC está filiado à FPF

Criado em 2020, novo clube pretende disputar categorias de base e a 3ª Divisão do profissional neste ano. Mas tudo dependerá do andamento da pandemia de Covid-19. Por enquanto, a agremiação tem investido em estrutura (comissão técnica, alojamento) e revelado jogadores

Criado em 2020, o Guarapuava FC se filiou recentemente à Federação Paranaense de Futebol (FPF). Quem garante é o presidente do novo clube, Paulo Vogt, mais conhecido como Paulinho Tripa de seus tempos de atacante. Ele está à frente também da franquia Ronaldo Academy no município, tendo um moderno Centro de Treinamento.

“A gente se filiou semana passada”, diz, em entrevista exclusiva concedida ao CORREIO no último dia 17 de março. “É um trâmite bastante complicado, uma documentação bastante longa. Passa por Receita Federal, passa por tudo. Graças a Deus, agora está apto a disputar os campeonatos da Federação”, complementa.

Aliás, o Guarapuava Futebol Clube pretende jogar, em 2021, o Campeonato Paranaense da 3ª Divisão, no profissional, e categorias de base (Sub-15). No entanto, tudo ainda dependerá da situação da pandemia de Covid-19. Vale lembrar que, no ano passado, a FPF se viu obrigada a suspender todas as competições de base no futebol. E, recentemente, a entidade teve de adiar vários campeonatos para o segundo semestre.

Ex-jogador de futebol, Paulinho teve passagem vitoriosa por clubes da Europa (especialmente Suíça) e pela tradicional Associação Atlética Batel. Ao que tudo indica, deve rolar um derby entre Guarapuava FC e o Rubro-Negro em 2021. “Vai ser bacana de se ver dois clubes da mesma cidade”, avalia o dirigente, acrescentando que Guarapuava merece um clube para representá-la.

ACESSO
Segundo Vogt, o trabalho do novo clube é bastante sério, com estrutura para brigar pelo acesso de divisão no futebol profissional: boa comissão técnica, jogadores aparecendo, departamento médico e alojamento em construção.

“Lógico, futebol é resultado dentro de campo. Mas a gente vai montar uma equipe para disputar e o objetivo, realmente, é subir”.

Ele explica que o planejamento é formar um elenco jovem para inserir as revelações no mercado da bola. Mas o futuro time terá uma espinha dorsal com atletas mais rodados para ajudar os meninos. “Eu estava olhando os clubes que estão na Série C, na Série B, vai ser bastante disputado”.

Meninos treinam no CT do Guarapuava FC. Novo clube já tem um talento encaminhado para o São Paulo FC (Foto: Douglas Kuspiosz/Correio)

ESTÁDIO
O presidente Paulo Vogt explica que seu clube está em busca de um estádio para mandar os jogos oficiais na 3ª Divisão do Paranaense. “Porque aqui, no CT, vão jogar apenas as categorias de base”.

Paulinho diz que já recebeu alguns convites de cidades vizinhas oferecendo campo para o Guarapuava FC.

O dirigente explica que, em 2022, o clube deve contar com um estádio na “terra do lobo bravo” para as partidas das categorias de base e do profissional. “É uma atração muito forte para a cidade”.

INVESTIMENTOS
Por enquanto, Paulinho está sozinho no projeto do clube. Inclusive, sem patrocínios no uniforme. “A ideia é mostrar o trabalho, mostrar a seriedade do trabalho. Depois, automaticamente, essas outras demais demandas vêm junto”.

No primeiro semestre, o Guarapuava deve disputar em Alegrete (RS) a Efipan 2021, maior torneio de categoria de base da América Latina. Os meninos guarapuavanos do Sub-14 vão jogar contra Palmeiras, São Paulo, Boca Juniors, Colo-Colo, River Plate etc.

COMISSÃO TÉCNICA
A comissão técnica do Guarapuava FC é formada pelo técnico Lucas Littieri, egresso do Londrina Esporte Clube; preparador físico Paulo Henrique, o PH, ex-jogador do Clube Atlético Deportivo (CAD); preparador de goleiros Victor Hugo Macambira, recém-aposentado do salonismo, com passagens por CAD, Sport Clube do Recife (PE), Clube Náutico Capibaribe (PE) e Universidade Caxias do Sul (RS); o captador de talentos Joares Manco; e o fisioterapeuta Fernando Juraski.

“Talvez para o segundo semestre chegue mais um treinador, a nível Série A do Brasileiro”, diz Paulinho.

Planejamento do Guarapuava FC é montar uma equipe jovem mesclada com atletas mais experientes para disputar a Terceirona 2021 (Foto: Douglas Kuspiosz/Correio)

REVELAÇÃO
O trabalho no Guarapuava FC já começa a colher frutos. Em breve, um menino das categorias de base, lateral-direito, viajará até a capital paulista para ser avaliado pelo todo-poderoso São Paulo Futebol Clube.

“Só estamos esperando o embarque e a liberação da cidade de São Paulo, porque agora está em ‘lockdown’. Mas, graças a Deus, dois anos que a gente está aqui junto no trabalho e tem bastante meninos que vão ter a oportunidade de jogar em times grandes”, explica Paulinho.

A jovem revelação é uma indicação de Joares Miguel Soares, o Joares Manco, responsável pela captação de atletas no novo clube profissional de Guarapuava. Ele chegou ao município no início de 2021. Manco tem larga experiência como olheiro, tendo trabalhado oito anos no Grêmio de Porto Alegre, entre outros times.