Atleta do Paraná tem mais uma prova de canoagem em Tóquio, na madrugada desta quarta-feira

Bolsista do programa Geração Olímpica, Ana Sátila estreia na canoagem slalom C1. A primeira bateria terá início às 00h50 (horário de Brasília). Já Ágatha Bednarczuk, também bolsista, e a companheira Duda voltam à disputa de vôlei de praia na quinta-feira

A atleta Ana Sátila, bolsista do programa Geração Olímpica, estreia na canoagem slalom C1 nos Jogos de Tóquio, na madrugada desta quarta-feira (28). A primeira bateria da modalidade terá início às 00h50 (horário de Brasília).

Nesta terça-feira (27), Ana Sátila disputou canoagem na prova canoagem slalom K1 (caiaque). Apesar de não continuar na disputa, Ana fez história para o Brasil, pois conquistou a melhor posição em Olimpíadas na prova, chegando em 13º lugar.

Agora, Ana se prepara para o novo desafio na canoagem slalom C1 no Centro de Canoagem Slalim Kasai. A atleta que é bronze nesta categoria no mundial de 2017 será a 20ª competidora a cair na água, às 1h37.

ÁGATHA BEDNARCZUK

A disputa por medalha no vôlei de praia continua viva para a dupla Ágatha e Duda, que compete nesta quinta-feira (29), às 9h (horário de Brasília), contra as canadenses Bansley e Brandie. A vitória frente às canadenses poderá garantir a segunda colocação no Grupo C.

Nesta terça-feira, na estreia nos Jogos de Tóquio, a dupla perdeu por 2 sets a 0 para as chinesas Wang e X.Y. Xia “Fomos superadas, mas bola pra frente que ainda não acabou”, afirmou a atleta paranaense, também bolsista do Geração Olímpica. Agora, a dupla segue focada para o jogo contra as canadenses.

DELEGAÇÃO

A delegação de atletas paranaenses que está em Tóquio é a maior da história do Estado. Ao todo, 35 representantes do Paraná na capital japonesa. Do grupo deste ano, 34 são bolsistas do programa Geração Olímpica.

Programa do Governo do Estado desenvolvido pela Superintendência Estadual do Esporte, o Geração Olímpica é a maior iniciativa em nível estadual de incentivo ao esporte na modalidade bolsa-atleta do País. Em 2021 está completando dez anos. Nesse período, mais de 10 mil atletas e técnicos do Paraná receberam bolsas em forma de apoio financeiro.