Livro ‘Majuí’, de Áurea Luz, é utilizado em material didático de projeto

Nascida em Cascavel, Áurea Luz é radicada em Guarapuava. Faz parte da Academia de Letras, Artes e Ciências de Guarapuava (Alac) e é autora de livros de poesia

Escrita por uma autora de Guarapuava, a história de um pequeno índio proporcionou discutir o tema “a diversidade étnica e cultural do Paraná”.

“Majuí” é um livro infanto-juvenil criado por Áurea Luz, com desenhos de João Carlos S. Ovitzke.

Segundo a técnica do Programa Mais Aprendizagem no Núcleo Regional de Educação de Guarapuava (NRE), Nédia do Amaral, Luz e o ilustrador Ovitzke cederam gentilmente os direitos autorais/ilustração de “Majuí” para que a obra possa ser citada como material de apoio na elaboração de sequências didáticas para o Programa Mais Aprendizagem.

“O material didático integrará a construção curricular para o programa, que está sendo organizada pela Secretaria Estadual de Educação do Paraná (Seed) e será utilizado nas escolas públicas do Estado do Paraná”, diz Amaral.

As sequências têm como tema “a diversidade étnica e cultural do Paraná”. A sequência está sendo organizada pelos professores do Programa Mais Aprendizagem: Daiane Ferreira dos Santos Dias, Márcia Volani Córdova de Oliveira, Ednilson José Marchioro, Marina Z. Marchioro e Liane Maria da Silva com o apoio das técnicas pedagógicas do Programa Mais Aprendizagem Nédia do Amaral e Daniela de Paula Luiz, da coordenadora pedagógica Aline Paula Malherbi e da chefia e assessora da chefia do NRE Guarapuava, professoras: Edil Aparecida Espínola e Elizabete de Fatima Remes Harmuch.

O trabalho, além de um incentivo à leitura, trará à tona um resgate étnico e cultural de nosso Estado. “Majuí é um indiozinho que nasceu em uma aldeia do Estado do Paraná. Gosta de aventuras e quer conhecer o mundo. Viaja em pensamentos”, diz Luz.

Segundo Amaral, o livro de Áurea Luz gerou o tema escolhido. São 16 aulas, todas com resolução de problemas. “A gente trouxe dados de gráficos, dados do IBGE, das populações indígenas, quilombolas da nossa região…”, citando parte do conteúdo.

“Ter uma obra como apoio didático num projeto de educação para o estado todo é gratificante. Estou muito feliz”, diz Luz, em conversa com o CORREIO. O tema de “Majuí” é “a diversidade cultural brasileira, destacando oito etnias no Paraná”, conforme descrição do livro.

(Foto: NRE Guarapuava)

AUTORA
Nascida em Cascavel, Áurea Luz é radicada em Guarapuava. Faz parte da Academia de Letras, Artes e Ciências de Guarapuava (Alac) e é autora de livros de poesia.

O livro “Majuí” foi publicado em 2017 e tem trabalho artístico de João Ovizke, que é ilustrador, graduado em História e Especialista em História, Arte e Cultura. Ele atua como produtor editorial e já ilustrou outras obras de Áurea Luz, como os livros “Verso e meio”, “Risadinha”, “Eco lógico” e “Chapeuzinho vermelho e lobo guará”.