Energisa reforça a importância de manter os hábitos de consumo consciente da energia

Mesmo com as temperaturas mais amenas e registros de chuvas, boas práticas no dia a dia evitam desperdício de energia e susto com a conta no final do mês

Com temperaturas mais amenas na maior parte do país, há quem concorde que os primeiros dias do outono já permitem aos brasileiros reduzir o uso do ar condicionado, certo?! Mas, sai o ar condicionado, entra o chuveiro elétrico, e qualquer que seja o clima, consumo consciente da energia elétrica é um hábito que precisa ser praticado durante o ano todo.

O coordenador de Eficiência Energética da Energisa, Thiago Peres de Oliveira, relembra que a partir do anúncio da bandeira tarifária escassez hídrica, que representa uma taxa extra de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos, muitas pessoas conseguiram mudar o comportamento ao usar a energia no dia a dia. “Esses novos hábitos de consumo devem continuar, mesmo que tenhamos registrado maior volume de chuvas nos últimos meses. Os níveis dos reservatórios das hidrelétricas ainda estão críticos e o uso ineficiente da energia é sinônimo de desperdício e alta na conta ao final do mês”, alerta.

E nessa temporada de clima mais ameno, um conhecido “vilão” pode retomar a liderança do consumo da energia doméstica. “O chuveiro elétrico representa até 30% do consumo mensal de uma residência. Banho demorado com o chuveiro ligado é um dos hábitos que ajudam a conta de energia ficar bem salgada”, exemplifica.

Além de fechar o equipamento na hora de ensaboar o corpo e lavar os cabelos, mantenha a temperatura no modo “verão” e limpe os orifícios do chuveiro para tirar toda a sujeira que impede que a água saia com facilidade, o que também ajuda a reduzir o tempo do banho.

Independentemente da bandeira tarifária vigente, outros equipamentos, quando usados de maneira indevida, também potencializam o gasto de energia. “Abrir a geladeira toda hora, manter os aparelhos em stand-by, deixar o ferro de passar roupas ligado por muito tempo e lâmpadas acesas sem necessidade são alguns comportamentos individuais e coletivos que elevam o consumo em uma residência. Então, as dicas de economia que colocamos em prática no início da bandeira escassez hídrica precisam, definitivamente, fazer parte do nosso dia a dia”, destaca Thiago.

Confira AQUI outras dicas que a Energisa separou para auxiliar você e sua família a economizar energia.