Sesc Mulheres debate criação artística e maternidade com Rosana Stavis e a cantora Céu

Segunda edição do projeto abre espaço para o diálogo e a exposição do universo feminino e a sua relação com a cultura; leia também notas sobre Kaio Miotti, Saulo Adami, Rádio Cultura e muito mais

Nesta sexta-feira (21 maio), às 19h, o Sesc PR promove a segunda edição do projeto Sesc Mulheres e, em um evento online e ao vivo, traz ao público o debate sobre carreira, criação artística e maternidade. As convidadas serão Céu, uma das cantoras e compositoras brasileiras contemporâneas de maior reconhecimento internacional, e a cantora, uma das fundadoras da Banda Denorex 80 e apontada pela crítica especializada como uma das melhores atrizes do teatro brasileiro, Rosana Stavis.

Mediadas pela coordenadora estadual das Câmaras da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios (CMEG), Claudia Colpi, as artistas trarão ao público suas experiências na produção cultural em suas respectivas áreas, e como administrar carreiras com a maternidade. De acordo com os organizadores do projeto, “será uma oportunidade para dar visibilidade a debates importantes no campo da Cultural a partir do olhar de mulheres que trabalham e vivem o setor cultural no Brasil”.

O evento é gratuito, será transmitido pelo canal do Sesc no Youtube (https://www.youtube.com/user/sescpr) e o público poderá interagir pelo chat ao vivo.

Financiamento
Os quadrinistas Gustavo Borges (do sucesso “Pétalas”) e Eric Peleias (“Eu, Super”) estão com um novo trabalho na praça: “Como fazer amigos e enfrentar alienígenas”, em campanha de financiamento coletivo no Catarse (www.catarse.me/comofazeramigos2). É a continuação de “Como fazer amigos e enfrentar fantasmas”, de 2019, um projeto que venceu prêmios. “Em 2020 começamos a contar uma nova história com esses personagens e postar em nossas redes sociais (@gustavoborgesart e @ericpeleias). Depois de alguns pedidos, decidimos fazer esta campanha no Catarse para oferecermos também uma versão física do livro”, diz o material de divulgação

Sobre
Em “Como fazer amigos e enfrentar alienígenas”, Leo é o narrador que nos conta como ele, Olívia, Arthur e um cachorro enfrentaram alienígenas nos anos 1990 para tentar viajar no tempo e corrigir os problemas de suas vidas. Uma história sobre os alienígenas neste e em outros mundos e uma aventura se transformaria em uma jornada de autodescoberta que os marcaria para sempre.

“Como fazer amigos e enfrentar alienígenas” está em campanha de financiamento coletivo no Catarse (Foto: Divulgação)

Recompensas
O projeto do livro “Como fazer amigos e enfrentar alienígenas” tem diversas recompensas, ecobag, nécessaire e outros. Até a manhã desta quarta-feira (19 maio), a campanha já havia superado em 160% a meta inicial (R$ 12 mil). Ou seja, está hoje com adesão de R$ 19.301, e ainda faltam 44 dias para acabar.

Show
O músico e jornalista Kaio Miotti se apresentará no projeto online “Toca uma pra mim”, nesta sexta-feira (21 maio), às 20h. Essa apresentação será virtual, com ingresso pago, numa forma de colaborar com os artistas que foram obrigados a parar em função da pandemia de Covid-19. Você adquire o ingresso por R$ 5 pelo Pix: 11174037938. Depois, envia o comprovante para o e-mail: [email protected]

Formato
Durante a live, Miotti vai conversar sobre seu próximo disco (gravado em Londrina, no Estúdio Meyer) e apresentar músicas inéditas. Para quem não sabe, o artista é formado em Jornalismo pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) em Guarapuava. Ao longo de 15 anos na cena musical independente, esse cantor/compositor, com pegada blues, gravou os EPs autorais “Vira Lata Hoje” (2013), em carreira solo, e “Entidade Perdida – No meio da explosão” (2018), ao lado de Duda Victor e Augusto Silva.

Saulo Adami
O filme documentário “Estrada de Papel” estreia na noite desta quarta-feira (19 maio), no YouTube. Trata-se de uma produção da Griô Filmes. Marque na agenda: 20h, no youtube.com/griofilmes. Essa produção traz um recorte sobre a vida e a obra de um dos escritores brusquenses mais ativo de todos os tempos: Saulo Adami. O roteiro tem como base de pesquisa o livro homônimo, escrito por Jeanine Wandratsch Adami e Saulo Adami. Com direção de Alessandro Vieira, é um projeto audiovisual viabilizado pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei 14.017/2020) no município de Brusque.

Cena das filmagens de ‘Estrada de Papel’ (Foto: Divulgação)

Autor
Catarinense radicado em Curitiba (PR), Saulo Adami é escritor e jornalista. Ele é conhecido como um dos maiores pesquisadores da franquia “Planeta dos Macacos”, tendo escrito o clássico “Homem Não Entende Nada! Arquivos Secretos do Planeta dos Macacos” (ed. Estronho, 2015); além de ter produzido centenas de obras literárias autorais e projetos de livros. Adami também tem ligação com Guarapuava, pois já esteve no terceiro planalto paranaense participando de diversos eventos e apresentando sua produção.

Exposição
Está no ar a exposição “Jubileu de Ouro – Rádio Cultura”. Desde 17 de maio, a Diretoria de Cultura (Dirc) da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) vem publicando diariamente imagens históricas e informações sobre os 50 anos de uma das principais emissoras de rádio da região de Guarapuava. Basta acessar o Instagram da Dirc (www.instagram.com/_dirc/).

Rádio
Em 18 de janeiro de 1971, a Cultura AM (atualmente Cultura FM 94,3) entrava no ar em caráter experimental e, em 18 de fevereiro do mesmo ano, a rádio passaou a operar em caráter definitivo. Com o decorrer do tempo, a empresa transformou-se na Fundação Nossa Senhora de Belém cujo patrimônio foi constituído de todo o ativo e passivo da Rádio Cultura Nossa Senhora de Belém Limitada.