Pessoas com 56 anos completos podem se vacinar contra Covid-19 em Guarapuava

A primeira dose segue disponível também para outros grupos prioritários

Nesta segunda-feira (7), as pessoas que têm 56 anos completos ou mais devem ir à Central de Vacinação para serem imunizadas contra a Covid-19. 

A primeira dose também está disponível para integrantes dos grupos prioritários que ainda não foram imunizados. Entre estes, os grupos que podem tomar a vacina acima de 18 anos são: as pessoas com comorbidades, cadastradas no BPC, com síndrome de Down e com deficiência permanente.

Os grupos que podem ser imunizados acima de 30 anos: profissionais da Assistência Social e trabalhadores da educação do ensino básico com idade acima de 30 anos.

Outros grupos sem critério de idade: profissionais da saúde chamados por meio do cadastro prévio e profissionais de segurança e salvamento já agendados.

INTERVALOS

A Vigilância Epidemiológica alerta para o intervalo de tempo que deve ser respeitado pela pessoa que foi contaminada pelo coronavírus ou que pretende tomar a vacina da gripe em breve.

Se a pessoa foi infectada recentemente, deve aguardar pelo menos 30 dias para tomar a vacina contra a Covid-19, seja a primeira ou a segunda dose.

Já quem tomou a vacina contra a Covid-19 deve esperar o prazo de 15 dias para tomar a da gripe, e vice-versa.

2ª DOSE

As pessoas que foram imunizadas com a vacina da AstraZeneca há três meses, podem tomar a segunda dose. O indivíduo deve levar o comprovante para receber o imunizante. Está suspensa a vacinação de mulheres grávidas ou que tiverem bebê nos últimos 45 dias (puérperas).

A Secretaria de Saúde aguarda o recebimento de novos lotes de Coronavac para seguir com a aplicação da dose de reforço.

BALANÇO DA CAMPANHA

O maior público vacinado até agora é o dos idosos (acima de 60 anos), com 23.043 pessoas; em segundo está o de pessoas com comorbidades (diabetes, hipertensão, obesidade, etc.), com 15.399. 

No sábado (5), a campanha atingiu a marca de 25,96% da população vacinada com ao menos a primeira dose, ou seja, 47.416 guarapuavanos. Desse total, 15.627 pessoas receberam as duas doses.