Mais de 100 coletores de lixo são vacinados contra a Covid-19, em Guarapuava

Para a diretora da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da Surg, Jacqueline Satiko, a imunização para esse setor é uma conquista tanto para os trabalhadores, quanto para a cidade

Nesta segunda-feira (14), trabalhadores que fazem a coleta de lixo em Guarapuava receberam a vacina contra a Covid-19. Os trabalhadores formaram uma fila no pátio dos caminhões, respeitando o distanciamento social. 

Com direito a realização de uma live para registrar o momento, o coletor Leylson Josef (25 anos), conhecido como “Mestre” entre os colegas, destacou a importância de estar vacinado. “Estou muito feliz. É uma vitória do nosso setor, porque a gente não parou nenhum dia, desde o início da pandemia, mesmo com o lockdown, continuamos fazendo a coleta para manter a cidade limpa, perdemos dois colegas por causa desse vírus e hoje felizmente pudemos ser imunizados”, disse.

O Sidnei de Paula (38 anos) confessou que estava nervoso pelo momento da vacina. “Com um pouco de medo, mas sabemos que é necessário. Espero que a gente possa viver sem essa máscara o quanto antes”, explicou.

O presidente da Surg, Halmuth Brandtner, prestigiou esse momento tão importante para os trabalhadores que exercem um papel fundamental para a cidade. Destacou também que Guarapuava foi o primeiro município do Paraná a realizar a imunização dos coletores.

“Os coletores são heróis que estão sempre presentes em nossa rotina, colocando a sua vida em risco, estando expostos a um risco maior, além de cacos de vidro, expostos ao vírus, então estamos felizes, hoje é um dia de comemorar”, afirmou.

Para a diretora da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da Surg, Jacqueline Satiko, a imunização para esse setor é uma conquista tanto para os trabalhadores, quanto para a cidade. 

“A coleta foi o setor que nunca parou e junto com a direção, apresentamos dados, analises para fazer o pedido da vacina. São coletadas 100 toneladas de lixo por dia, se a coleta para a cidade entra em colapso com um prejuízo muito grande para comunidade. Então com a vacina, é uma conquista para a cidade inteira, principalmente para eles que estão expostos na linha de frente”, finalizou.