Empresário Odacir Antonelli recebe título de Professor Honorário da Unicentro

Na sessão solene, Antonelli disse que as universidades devem ter papel de liderança na construção da sociedade do tempo presente e do futuro imediato

O Conselho Universitário da Unicentro (COU) se reuniu, na tarde de sexta-feira (13), em Sessão Solene com o objetivo de homenagear o empresário de Guarapuava Odacir Antonelli com a outorga do título de Professor Honorário.

A honraria é concedida a personalidade que tenha contribuído por sua virtude, mérito ou serviço de forma significativa para a cultura, a educação, o desenvolvimento ou a humanidade. Logo na abertura da sessão solene, o reitor da universidade, professor Fábio Hernandes, afirmou que, para a instituição, “é uma gratidão, uma honra muito grande esse momento. Obrigado por acreditar na nossa Unicentro e no ensino como um todo”.

O título de Professor Honorário para Odacir Antonelli foi proposto pelo professor Osmar Ambrósio de Souza, quando exercia a função de reitor da Unicentro, e aprovado pelo COU em 19 de dezembro de 2019. No processo, Osmar defendia, conforme documento lido pela atual chefe de gabinete da reitoria, professora Sandra Mara de Andrade, que a honraria fosse concedida “em face das inestimáveis contribuições que o empresário e filantropo têm prestado em favor da sociedade do centro do estado do Paraná, notadamente Guarapuava, cujas ações, em larga escala, têm impactos diretos e positivos na educação superior da região, contribuindo para o desenvolvimento social, econômico e ambiental de modo integrado. Cumpre destacar, ainda, a disposição do empresário em repassar área urbana para a Unicentro, para a edificação da nova estrutura da área da saúde para a universidade, junto ao complexo Cidade dos Lagos”.

No texto, Osmar afirmava ainda que o “reconhecimento simbólico e público ao trabalho de Antonelli seria um estímulo para que outras lideranças regionais e estaduais trilhem o mesmo caminho, de defesa inconteste da Universidade Estadual do Centro-Oeste como um patrimônio de toda a sociedade”.

Odacir Antonelli está a frente de diversos empreendimentos que favorecem o desenvolvimento da região centro-sul do estado, como a empresa Repinho, que verticalizou toda a produção madeireira, da semente até o móvel; o Bairro Planejado Cidade dos Lagos; o Cilla Tech Park, que é um parque tecnológico que visa o desenvolvimento de startups, a geração de emprego, renda e, sobretudo, de conhecimento – fatores que favorecem a melhoria da qualidade de vida da população de Guarapuava.

Foto: Coorc/Unicentro

Ao receber o título de professor honorário da Unicentro, Odacir Antonelli, de modo emocionado, afirmou que as universidades devem ter papel de liderança na construção da sociedade do tempo presente e do futuro imediato. “Ser professor, para mim, sempre foi uma marca diferenciada. Ser professor, então, é uma honra, receoso, embora, de não estar a altura das circunstâncias e certo de que me falta o talento para traduzir em palavras tudo o que vai em minha alma. Eu tenho pensando muito sobre o futuro das universidades, sobre seus propósitos, sobre suas ações, sobre seu papel nesse mundo em transformação, nesta nossa sociedade pós-industrial, enfim, sobre a sua responsabilidade. Sempre acreditei nas universidades, porque nelas as ideias são a matéria-prima dos projetos”.

A característica de empresário visionário de Odacir Antonelli foi exaltada pelo prefeito de Guarapuava, Celso Góes, em seu pronunciamento. “É muito mais fácil ser prefeito tendo um empresário como o Odacir como parceiro. Não conheço nenhum pessoa igual Odacir, é fora da curva, não existe uma pessoa igual a você. Esse título é extremamente merecido e ele merece muito mais”, disse.

Já o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, Aldo Nelson Bona, que foi reitor da Unicentro, além de reafirmar o perfil empreendedor de Odacir Antonelli, também frisou que a universidade não poderia render ao empresário guarapuavano uma homenagem mais grandiosa. “Uma das maiores honrarias que pode ser concedida pela Unicentro. Ela é simples no gesto, mas ela é carregada de significado. Acolher como professor da universidade uma pessoa que não é professor de formação, mas que, com a sua trajetória de vida, tem dado aula daquilo que se pode fazer para o desenvolvimento de uma sociedade como um todo. Para alguém que tem a grandeza e sabe fazer dos negócios privados uma forma de engrandecer a sua comunidade”.

Ao usar a palavra, o professor Ademir Fanfa Ribas, vice-reitor da Unicentro, esclareceu que a Sessão Solene do COU é uma demonstração da penetração da universidade na comunidade e um reconhecimento de que o ensino superior de qualidade é uma via de mão dupla, em que é essencial a interação entre entes públicos e civis. “Os símbolos apresentados hoje são muito profundos e marcantes para a importância da Unicentro. A Unicentro é uma universidade pública, gratuita, de qualidade e que tem um grande desafio: abrir as suas portas para a comunidade. Nós não podemos estar fechados em barreiras, em muros e paredes. Fazer com que o conhecimento, a pesquisa, a extensão, a transformação social de uma universidade pública seja conhecida e reconhecida pela comunidade. Hoje é um dia extremamente simbólico para a universidade”, falou.

Finalizando a cerimônia, o reitor Fábio Hernandes destacou em seu pronunciamento as ações de Odacir Antonelli em favor da educação superior, que o qualificam a receber o primeiro diploma de Professor Honorário concedido pela Unicentro em sua trajetória de 33 anos. “É um cidadão que sabe que investir em educação é pensar num país melhor, num futuro mais igualitário, em uma sociedade mais justa e fraterna”.