Ação busca arrecadar ‘presente’ de R$ 500 para funcionários do Instituto Virmond

Voluntários do grupo Amigos do Instituto Virmond estão arrecadando dinheiro para os trabalhadores que receberão o 13º salário parcelado em cinco meses a partir de janeiro de 2021; saiba como contribuir

Neste ano, 363 funcionários do Instituto Virmond, cujos salários variam de R$ 1,2 a R$ 2,5 mil, irão receber o 13° de forma parcelada, em cinco vezes, a partir de janeiro de 2021. São trabalhadores que compõem as equipes de limpeza, cozinha, lavanderia, passadeiras, costureiras, caldeiristas, técnicos, enfermeiros e recepcionistas.

Devido a isso, o grupo Amigos do Instituto Virmond iniciou uma campanha para presentear cada um desses trabalhadores com R$ 500, ainda neste fim de ano. 

Em entrevista concedida ao CORREIO, Margarida Andrade, voluntária do grupo, ressalta que o 13° é a “luz no fim do túnel” para muitos funcionários, que neste momento não contam com este direito.

“É aquele presente que chega para pôr [as contas de] luz e água em dia, para comprar aquele medicamento que alguém da família está precisando, aquele dinheiro que chega pra ajudar na compra do mês” explica.

A ideia é que os guarapuavanos se organizem para “apadrinhar” uma dessas 363 pessoas, pagando um presente de R$ 500. “O apelo é para a nossa Guarapuava e todos os municípios da nossa região. Reúna seus colaboradores de dentro da empresa, e junte o seu dinheiro. Na nossa comunidade, quem quiser fazer doação de qualquer valor, deposite na conta do sindicato [Rural de Guarapuava, um dos apoiadores da iniciativa]. Nós vamos gerenciar e entregar o presente para esses colaboradores”, diz Maria Inês Guiné, outra voluntária.

RECURSOS

De acordo com as voluntárias, todo o dinheiro doado cairá em uma conta do Sindicato Rural de Guarapuava. Foi elaborada uma comissão dentro da entidade sindical para realizar a prestação de contas. 

É possível doar qualquer valor através de uma conta bancária (Sicredi Banco  nº 748 – Agência 703 – Conta Corrente 39.879-9 – Sindicato Rural de Guarapuava – CNPJ: 77.903.920/0001-44).

Caso a meta de R$ 500 para cada funcionário seja atingida, o excedente irá continuar sendo rateado entre os funcionários.

Para outras informações, basta entrar em contato com Maria Inês Guiné, no telefone (42) 9 9931-6210, e com Margarida Andrade, no número (42) 9 8431-4329.

‘Nós vamos gerenciar e entregar o presente para esses colaboradores’, diz Maria Inês Guiné

PROJETOS

Além da doação de Natal, o Amigos do Instituto Virmond trouxe investimentos para a UTI neonatal, com a aquisição de alguns equipamentos. Em 2019, a organização criou um movimento para angariar fundos e realizar uma reforma no 2° piso do hospital, que era um dos mais precários.

De forma semelhante, o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) criou o grupo Duelo do Bem, fazendo uma ação para arrecadar fundos e reformar o 5° andar do prédio do hospital. Essa obra está prestes a ser concluída. 

“Trouxemos reformas e atualizações para o hospital, sem contar com o que a gente tem mantido, não deixamos faltar alimento na cozinha. Toalhas, cobertores, lençóis e roupa cirúrgica para a equipe médica”, diz Margarida. 

A equipe de voluntários promoveu encontros com a Prefeitura de Turvo e com as Câmaras de Goioxim e Palmital. Somando os 20 municípios pertencentes à 5ª Regional de Saúde, existe uma população de aproximadamente 500 mil habitantes que podem utilizar os serviços dos hospitais de Guarapuava.

ARTICULAÇÃO

As voluntárias também explicam que os deputados estaduais Artagão Jr. (PSB), Cristina Silvestri (Cidadania) e Rodrigo Estacho (PV) foram consultados para que possam ajudar na liberação de recursos e emendas parlamentares para o início de 2021. 

Em Guarapuava, o grupo realizou contato com o presidente da Câmara de Vereadores, João Napoleão (Podemos). “Estamos aguardando o retorno dele, ele está avaliando de que forma que a Câmara Municipal pode fazer um repasse oficial”, diz Margarida. 

Os voluntários planejam fazer, a partir de 2021, uma provedoria consultiva e executiva para acompanhar a entrada destes recursos, além de realizar projetos como melhorias no pronto-socorro e no centro obstétrico.

******Carlitos Marinho, com supervisão de Douglas Kuspiosz