Técnica cirúrgica de transposição uterina visa preservar a fertilidade

Embora esteja sendo pouco utilizada, porque ainda é experimental, tem uma excelente aceitação. É indicada para pacientes com tumores na pelve que precisam de radioterapia, como câncer de reto, alguns sarcomas, por exemplo, tumor de vagina, mas que não tenham tumores comprometendo trompas, ovário e útero

Ler mais