Polícia Militar encerra festa clandestina com 70 pessoas em Curitiba

Em uma casa no bairro Boqueirão os policiais militares constataram os participantes em aglomeração, sem máscara e consumindo bebidas alcoólicas. Todos foram encaminhados para lavratura de Termo Circunstanciado

Após denúncias de perturbação do sossego e aglomeração, policiais militares do 20º Batalhão de Polícia Militar (20º BPM) encerraram uma festa clandestina, na noite desta quarta-feira (3), em uma casa no bairro Boqueirão, em Curitiba. Cerca de 70 pessoas foram flagradas no local, sem máscara e consumindo bebidas alcoólicas. Todos foram encaminhados para lavratura de Termo Circunstanciado.

A ação faz parte da fiscalização da Polícia Militar referente ao decreto estadual nº 6.983/2021, que estabelece medidas restritivas por conta da pandemia.

A abordagem ocorreu após a PM analisar a casa situada na Rua Desembargador Antônio de Paula e, com o apoio de várias viaturas, foi feita a abordagem. O som em alto volume foi verificado antes mesmo de chegarem ao portão.

Os policiais constataram que as pessoas estavam aglomeradas e sem máscara, e havia venda e consumo de bebidas alcoólicas, ações contrárias ao decreto estadual nº 6.983/2021, que veda essas e outras práticas para frear o avanço do coronavírus no Estado. Segundo o Boletim de Ocorrência, ao verem as equipes policiais, as pessoas tentaram colocar máscara, apagaram as luzes e desligaram o som para mascarar a festa clandestina.

Participantes informaram que havia a cobrança de ingresso no valor de R$ 20,00 para homens e R$ 10,00 para mulheres, além de cardápios de bebidas alcoólicas. Os policiais militares conversaram com a responsável pelo local e encaminharam 70 pessoas para o cartório do 20º Batalhão para fazer o Termo Circunstanciado. Dois adolescentes que também estavam na festa foram abordados e liberados com a presença dos responsáveis.