Mulher denuncia filho por agressão psicológica, em Guarapuava

Segundo a PM, a mãe relatou que o filho faz tratamento psiquiátrico e a agressão começou por ele não aceitar o atual relacionamento dela.

Na manhã de quinta-feira (9), a equipe da Polícia Militar (PM) foi até a rua Pedro Alves, no centro de Guarapuava, após uma mulher (46 anos) relatar que teria se desentendido com o filho (25 anos). 

Segundo a mulher, o filho faz tratamento psiquiátrico e não aceita o relacionamento dela com outra pessoa. Pouco antes de chamar pela PM, o filho teria a agredido psicologicamente e dado socos nas portas. 

A polícia conversou com o homem que a mulher estava acusando e ele relatou que a mãe é “perturbada” e que não aceita o relacionamento dela pois o atual namorado é alcoólatra. 

O filho ainda disse que o homem que a mãe se relaciona a agrediu na noite anterior e que só teriam discutido pois ele teria tentado proteger o irmão mais novo. 

A mulher demonstrou interesse em representar contra o filho e por isso ambos foram encaminhados a delegacia para os procedimentos cabíveis.