Mulher denuncia agressão de ex-marido no bairro Primavera

O homem recusou relatar o que ocorreu à Polícia, mas disse que tinha como provar que a situação não foi como relatada pela mulher

A Polícia Militar (PM) de Guarapuava atendeu uma ocorrência de lesão corporal e violência doméstica na madrugada de quinta-feira (12) no bairro Primavera. Os policiais foram até lá, onde o jovem passou a relatar que ela e o rapaz, que estava no local, tiveram um relacionamento de mais de um ano e que nesta quinta teriam saído para que o homem pudesse ver a filha (1 ano).

No entanto, segundo a mulher, quando ele parou o seu veículo em frente a sua casa começou a ofendê-la, chamando-a de vagabunda, como consta do boletim de ocorrência. Além disso, o indivíduo teria segurado a ex-mulher pelo pescoço e a arranhou, causando lesões. O B.O da Polícia Militar ainda aponta que ao entrarem na casa, o sujeito seguiu agredindo a jovem, a segurando pelos pulsos, “fazendo com que ela batesse em seu próprio rosto”.

A jovem mostrou as lesões no pescoço para a equipe, dizendo ser resultado da agressão. Ainda conforme a PM, o acusado quis relatar o que ocorreu e apenas disse que tem provas de que as coisas não aconteceram da forma como relatada pela mulher. Diante disso, as partes foram conduzidas pela Polícia Militar.