Iguaçu é o campeão paranaense da 3ª Divisão de 2020

O Iguaçuzão, oriundo da cidade de União da Vitória, termina a competição com 8 jogos disputados, sendo 5 vitórias, 1 empate e duas derrotas. A equipe marcou 19 gols e sofreu 6, ficando com um saldo positivo de 13 gols. Na final em sistema mata-mata, a Pantera do Vale superou o Verê FC

O caneco da 3ª Divisão paranaense de 2020 foi para o município de União da Vitória, na região Sul do Estado.

Neste domingo (20), o AA Iguaçu conquistou o título de campeão ao empatar em 1 a 1 com o Verê FC, no segundo jogo da final. Como havia ganhado a partida de ida (1 a 0), bastava ao Iguaçuzão apenas um empate para levar o caneco. E foi o que ocorreu agora, na região Sudoeste.

Com a classificação para a final, tanto Iguaçu quanto Verê já haviam conquistado as vagas para a Segunda Divisão da próxima temporada.

Com arbitragem do árbitro FIFA, Rodolpho Toski Marques, as equipes foram a campo no Estádio Vila do Mar, e o primeiro gol aconteceu logo aos 11 minutos de jogo, quando Andrei marcou para o time da casa.

O empate aconteceu já nos acréscimos do segundo tempo. Aos 47 minutos, Vinícius deixou tudo igual e garantiu o título ao time de União da Vitória. Estiveram em Verê, para realizar a entrega da premiação, o gerente de competições da Federação Paranaense de Futebol, Marcius Koehler, e o supervisor de segurança e vistoria de estádios, João Paulo Mazur.

CAMPANHA
O AA Iguaçu termina a competição com 8 jogos disputados, sendo 5 vitórias, 1 empate e duas derrotas. A equipe marcou 19 gols e sofreu 6, ficando com um saldo positivo de 13 gols.

O artilheiro da competição foi Rilder de Almeida Silva, do AC Paranavaí, que anotou 8 gols. Já o troféu de goleiro menos vazado foi dividido entre Douglas Baldini Lopes, do AA Iguaçu, e Allan Roden, do Verê FC. Ambos tiveram 100% de atuação na competição e uma média de 0,75 gol sofrido por jogo.

BALANÇO
O desfecho da Terceirona também finaliza a temporada profissional de futebol no Paraná. A pandemia de covid-19 prejudicou o andamento das competições, mas as três divisões foram disputadas ao longo de 2020.

Pela elite, o Athletico Paranaense derrotou seu arquirrival Coritiba e conquistou o terceiro título seguido do estadual. Com a conquista, sua 26ª taça estadual, o Furacão passou na frente do rival nas decisões Atletiba. Agora, o time da Baixada tem dez conquistas diante do Alviverde, que segue com nove.

Na classificação geral, PSTC Procopense e CE União (de Francisco Beltrão) terminaram nas últimas posições, amargando o rebaixamento para a Divisão de Acesso de 2021. Curiosamente, a dupla havia subido em 2019, protagonizando a decisão daquela edição da 2ª Divisão (com o PSTC campeão).

Por sua vez, a Segundona de 2020 teve de ser adiada e foi disputada no segundo semestre do ano. A decisão do título se deu entre Maringá FC e Azuriz Pato Branco FC, em jogos no formato mata-mata. Em pleno Estádio Regional Willie Davids, o Tricolor maringaense teve de assistir à volta olímpica do adversário, que conquistou o caneco pela primeira vez em sua curta história.

Tanto o campeão quanto o vice estão garantidos na 1ª Divisão do próximo ano. Será a primeira passagem do Azuriz pela elite do futebol paranaense.

Já Batel e Rolândia Esporte Clube (REC) foram rebaixados e terão de participar da 3ª Divisão em 2021.