Arbitral da 3ª Divisão do Paranaense será em 30 de julho

Cotado para disputar a edição 2021, o Guarapuava FC, clube criado pelo ex-jogador Paulinho Tripa, vai jogar somente no ano que vem. No momento, o projeto é revelar jogadores nas categorias de base e entrar na Terceirona apenas na próxima temporada

Os clubes paranaenses de futebol da 3ª Divisão começam a se movimentar neste segundo semestre para a edição 2021 do campeonato profissional.

Tudo porque a Federação Paranaense de Futebol (FPF) já tem data para o conselho arbitral deste ano. Por meio do Edital de Convocação nº 05/2021, divulgado em 16 de julho, a entidade marcou a realização da reunião entre clubes e Federação para 30 de julho de 2021, às 15h, por meio de videoconferência.

Mas somente equipes com inscrição deferida poderão participar. Aliás, está aberta a fase de pré-inscrição no Campeonato Paranaense de Futebol Profissional da 3ª Divisão – Temporada 2021.

Para quem não sabe, é no congresso técnico que se costuma definir a fórmula de disputa da Terceirona e datas de início/término, entre outras coisas.

Segundo o edital, o prazo de inscrições segue até as 19h de 27/07/2021 (terça-feira). “Somente terão as inscrições deferidas e poderão participar da Reunião do Conselho Arbitral as entidades de prática desportiva que não possuam débitos e pendências financeiras de qualquer natureza com a Tesouraria da Federação Paranaense de Futebol e que atendam aos demais requisitos do Estatuto da Entidade”.

Inclusive, somente terão as inscrições deferidas e poderão participar da Reunião do Conselho Arbitral as entidades de prática desportiva que não possuam débitos, pendências financeiras e/ou desportivas de qualquer natureza junto ao Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná; entre outros requisitos.

PARTICIPANTES
Em 2020, a 3ª Divisão contou com a participação de sete equipes: Verê FC, AA Iguaçu, AC Paranavaí, Sport Campo Mourão, Portuguesa Londrinense, AC Cambé e Grecal.

Mas Iguaçu e Verê subiram e, neste ano, vão disputar a Divisão de Acesso, previsto para começar em 28 de agosto. Já Batel (de Guarapuava) e Rolândia Esporte Clube (REC) foram rebaixados na temporada passada e devem participar da Terceirona.

Além dos velhos conhecidos de sempre, a novidade em 2021 é o surgimento de novas forças no futebol do interior. Recém-criado, o Aruko Sports Brasil vem com gás total para representar Maringá (região Noroeste). O planejamento é de chegar à elite num período de três anos.

GUARAPUAVA FC
E, no terceiro planalto paranaense, o Guarapuava Futebol Clube, um projeto do ex-jogador Paulo Vogt, vai jogar a 3ª Divisão somente em 2022. “Mesmo filiados à FPF, nós não iremos poder participar deste ano”, explica Paulinho Tripa, como é mais conhecido. Ele diz que está providenciando a documentação, mas a pandemia e outras questões atrasaram todo o processo que vem se arrastando há três meses.

“Mas não temos pressa de disputar porque somos realidade. Agora, o foco deste ano é disputar as categorias de base”, citando que o Guarapuava FC está inscrito no Efipan 2022, um dos torneios mais importantes da América Latina. O time guarapuavano jogará em Alegrete (RS), nas categorias Sub 14 e Sub 15. “Este é o nosso projeto”.

Além da equipe guarapuavana, o torneio já tem confirmado os times de Grêmio (RS), Juventude (RS), Coritiba (PR), Internacional (RS), Athletico (PR), Palmeiras (SP) e Chapecoense (SC).

Inclusive, Paulinho está em Portugal, na Europa, com cinco atletas do Guarapuava FC, sendo que quatro deles já estão aprovados e assinando contrato.

Sem contar que um atleta da categoria Sub 14 de Guarapuava foi negociado com o Atlético-MG.