Energisa Sul-Sudeste oferece opção da autoleitura por meio dos canais digitais de atendimento

Serviço permite ao cliente acompanhar o próprio consumo de energia elétrica

Quem acompanha regularmente a conta de energia, em algum momento deve ter passado pela situação de “fatura pela média”. Ela é permitida quando há impedimento para a leitura convencional feita pelo profissional da distribuidora de energia elétrica. Ou seja, quando na data da leitura ocorrem situações que impossibilitam o leiturista de acessar o medidor/relógio para verificar os números referentes ao consumo no local. Embora a fatura pela média seja autorizada, a Energisa Sul-Sudeste recomenda a prática da autoleitura, que permite ao cliente acompanhar o próprio consumo de energia elétrica e informá-lo à companhia por meio dos canais de atendimento.

O gerente de Serviços Comerciais da Energisa Sul-Sudeste, Dalessandro Luis Mafei, explica que a fatura pela média é emitida quando não é possível acessar o padrão de energia por vários motivos, como equipamento instalado no interior do terreno, portão do imóvel fechado, ausência de pessoas para liberar o acesso, imóveis desocupados, cães soltos, que podem colocar em risco a segurança do funcionário responsável pela leitura, entre outros.

Nesses casos, o sistema emite automaticamente o faturamento pela média do consumo dos últimos 12 meses. Tal medida é regulamentada por uma resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e vale para unidades consumidoras das áreas urbanas e rurais.

“No caso dos clientes da área rural, a resolução da Aneel permite a visita do leiturista a cada três meses. Mesmo assim, a Energisa Sul-Sudeste recomenda que esses clientes adotem a prática da autoleitura, registrando o número descrito no medidor/relógio e informando diretamente à empresa. Com essa facilidade, é possível acompanhar a evolução do consumo de energia elétrica e até se programar para controlar os gastos da unidade consumidora”, orienta Dalessandro.

COMO FAZER A AUTOLEITURA?
Fazer a autoleitura é bem simples: até três dias antes da data da leitura (indicada na conta de energia), o cliente precisa informar à Energisa o número que aparece no visor do medidor/relógio de energia.

“Para que o procedimento seja efetivamente cadastrado na Energisa, é importante fazer a leitura no dia certo, observando o número exato que aparece no visor do padrão de energia para evitar erros na emissão da fatura”, ressalta o gerente de Serviços Comerciais.

A informação coletada no medidor pode ser enviada à distribuidora por meio do aplicativo Energisa On, Call Center (0800 70 10 326) ou site www.energisa.com.br. Os serviços referentes à autoleitura também são feitos nas agências de atendimento presencial. Porém, em virtude da pandemia, a orientação é que, se possível, o cliente priorize os canais digitais da Energisa.

CANAIS DIGITAIS
Para realizar a autoleitura pelo Energisa On, é necessário acessar o aplicativo com os seus dados, escolher a opção “Serviços”, e depois o ícone “Informar leitura”.

Já para quem optar pelos serviços no site www.energisa.com.br, basta se cadastrar na Agência Virtual, clicar em “Sua Fatura” e depois “Informar leitura”.