Guarapuava registra queda de casos de Covid-19 na primeira quinzena de fevereiro

Em comparação com o mesmo período de janeiro, foram 1.973 casos a menos; apesar da redução, o município teve mais óbitos

Guarapuava teve um aumento expressivo nos casos de Covid-19 no primeiro mês de 2022, batendo, inclusive, o recorde de registros em 24h quando confirmou 1010 casos no dia 20 de janeiro.

Em levantamento junto aos boletins da Prefeitura, o CORREIO observou a divulgação de 3.807 novas ocorrências da Covid-19 nos 15 primeiros dias de fevereiro. Em comparação com o mesmo período de janeiro, foram 1.973 casos a menos, já que em janeiro Guarapuava teve 5.780 pessoas com positivo para o novo coronavírus na primeira quinzena.

Por outro lado, houve um crescimento no registro de óbitos pela doença; em janeiro no período analisado o município não teve mortes decorrentes da Covid-19. Em fevereiro, até o momento, são nove as vítimas.

CASOS ATIVOS

Os informes epidemiológicos também mostram que os casos ativos estão em queda. Guarapuava inicia fevereiro com 3075 e agora, no último boletim, divulgado nesta terça-feira (15), constam 1388. Ao longo dos dias não houve nenhum registro de aumento nos ativos.

VACINAÇÃO

Com crianças acima de cinco anos sendo contempladas com a vacina contra a Covid-19, Guarapuava está avançando na imunização. De acordo com um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), divulgado nesta terça-feira (15), o município vacinou até a data de coleta (14/02) dos dados, 9.641 crianças.

No total, como aponta a Prefeitura, 156.142 pessoas receberam a primeira dose até terça-feira (15). Com a segunda foram 128.922, com dose única 6.564. O reforço já foi aplicado em 57.007 guarapuavanos.