Estudantes da UniGuairacá Centro Universitário realizam gincana solidária

A gincana tem o objetivo de arrecadar cobertores, agasalhos, alimentos, ração para gato ou cachorro, absorventes, lacres e cartelas de remédio vazias. Em busca de engajamento nas redes sociais para a divulgação do evento, a equipe que alcançar o maior número de seguidores no Instagram consegue pontuar mais

Na segunda edição da gincana solidária promovida pela UniGuairacá Centro Universitário, alunos e professores competem entre equipes em busca de arrecadação de cobertores, agasalhos, alimentos, ração para gato ou cachorro, absorventes, lacres e cartelas de remédios vazias.

Na primeira edição, mais de 1.500 kg de ração, 60 mil peças de roupas, 300 cobertores e 500 garrafas de lacre foram arrecadados. O estudante do 10º período de Enfermagem, Alex Marcon, fez parte da equipe vencedora da edição de 2019.

“Nós conseguimos arrecadar muita ração para os animais, vários lacres para trocar por cadeiras de rodas. Foi sensacional. A gente amou. Devido a pandemia, ano passado não tivemos a gincana por conta de não poder ter aglomeração. Esse ano de 2021, está ocorrendo a 2ª edição com 80% das provas de arrecadação”, explica Alex.

Nesta edição, os estudantes e professores estão divididos entre sete equipes. Cada time cria uma página no Instagram para divulgar o evento. As pessoas que queiram doar devem entrar em contato pela rede social. Os integrantes do grupo se disponibilizam para buscar as doações.

E-SPORTS
Entre outras atrações, a gincana oferece uma modalidade de esporte diferente da que ocorreu em 2019. Devido ao contexto da pandemia, neste ano serão realizados torneios de e-sports dos jogos Fifa 2021 e Mortal Kombat.

Em busca de engajamento nas redes sociais para a divulgação do evento, a equipe que alcançar o maior número de seguidores no Instagram consegue pontuar mais. Além desta rede social, a gincana também incentiva que os estudantes criem um vídeo de dança na plataforma Tik Tok e uma música autoral no Youtube. Os vídeos que tiverem mais curtidas resultam em mais pontos para as equipes.

“A vivência é maravilhosa. É uma competição do bem. É algo sensacional você poder ajudar quem precisa, se divertindo. A minha equipe ganhou a 1ª edição porque foi com garra e determinação em todas as provas e, desta vez, queremos o bicampeonato ajudando quem precisa”, descreve Alex.

SERVIÇO
A gincana termina em 27 de agosto, até lá, quem se solidarizar e quiser doar pode escolher as equipes que estão concorrendo:

@enfergastro

@equipelaranja82

@equipeverdeguairaca

@equipeazuluniguairaca

@psico_equiperoxa

@equipevermelhaphoenix

**************Reportagem: Carlitos Marinho, especial para CORREIO