Cultura ‘projeta’ intervenções artísticas pela cidade

A iniciativa faz parte do projeto Cultura Viva. Além de exibir trabalhos de artistas de locais, são projetadas informações sobre a Covid-19 e a campanha Guarapuava Sem Fome

O departamento de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura, iniciou nessa quarta-feira (28) projeções em pontos espalhados por toda cidade.

A iniciativa faz parte do projeto Cultura Viva, que tem como objetivo reunir os trabalhos selecionados pela Lei Aldir Blanc. A seleção reúne trechos de apresentações, fotografias, obras e manifestações de artistas e coletivos de Guarapuava. Além de trazer informações sobre o combate a Covid-19 e promover campanhas como a Guarapuava Sem Fome.

Nesta quinta-feira (29), especialmente, em comemoração ao Dia da Dança, a equipe convidou algumas academias da cidade para participarem da ação. Elas enviaram vídeos que serão projetados em homenagem a todos os bailarinos guarapuavanos.

A produção da intervenção urbana é feita pela equipe, que segue para os pontos, com um projecionista contratado para executar a galeria ao ar livre. Esse foi um jeito seguro encontrado pela diretora do departamento e idealizadora do projeto, Rita Felchak, para viabilizar a cultura local em tempos de pandemia.

“Essa ferramenta tecnológica nos propicia essa vontade e demonstra esse desejo de voltarmos logo com nossas produções artísticas dos artistas de Guarapuava”, destaca Rita.

A democratização da arte no município é o alvo central do projeto. A ação acontece das 19h às 22h, simultaneamente em todos os pontos. O encerramento será no sábado (1º).

Locais de Projeção: Fachada do paço Municipal, Edifício Samuara, Faculdade Campo Real, Edifício João Leal, Casa da Cultura, Teatro Municipal.

****Secom/Pref. de Guarapuava/com revisão****