Campo Tech Park é lançado em Guarapuava

O local contará com atividades do Instituto de Pesquisa e Extensão da Campo Real (IPEX), Evolve – Incubadora de Empresas Campo Real, laboratórios e salas de aula

Visando o desenvolvimento tecnológico e a promoção da cultura da inovação, Guarapuava lançou na quinta-feira (21) o espaço Campo Tech Park, no Cilla Tech Park, localizado no bairro Cidade dos Lagos.  

O local contará com atividades do Instituto de Pesquisa e Extensão da Campo Real (IPEX),  Evolve – Incubadora de Empresas Campo Real, laboratórios e salas de aula.

“Essa é mais uma parceria benéfica para o nosso município, quando atingimos um novo patamar de inovação, vemos o resultado de uma união com o poder público e a iniciativa privada. O grande objetivo do Park tecnológico é criar empresas que gerem empregos para os nossos guarapuavanos”, declarou o prefeito de Guarapuava, Celso Góes.

CONSELHO

De acordo com o presidente do conselho do Cilla Tech Park, Sandro Abdanur, o Tech Park é a consolidação de um sonho, para posicionar Guarapuava como um dos principais pólos de referência em Inovação.

“Queremos desenvolver iniciativas empreendedoras e tecnológicas para o nosso município. Esse é um momento histórico que evidencia o potencial da nossa cidade. Nós estamos prontos para que Guarapuava assuma esse protagonismo, para estar produzindo tecnologia e inovação no dia a dia, fomentando a nossa economia de uma forma inovadora que será fundamental para outras cidades retomarem o seu crescimento pós pandemia”, destacou.

INSTRUMENTO

Para o empresário Odacir Antonelli, o novo espaço é mais um instrumento para fomento de inovações e novos projetos científicos. Ele também destacou as potencialidades que Guarapuava já vem construindo na área de pesquisa e saúde, com o Instituto de Pesquisa do Câncer (Ipec), Câncer Center e Hospital Regional. 

“Estamos construindo um grande Park de inovação, um marco do setor público e privado. Guarapuava será palco de tecnologia, conhecimento e geração de empregos”, enfatizou.

Durante o lançamento, o pró-reitor de planejamento, Adailton Marcelo Lehrer, anunciou que o espaço sediará também salas para o curso de Engenharia Biomédica. “O curso contará com 30 vagas e possivelmente teremos o nosso primeiro vestibular ainda neste semestre”, finalizou.