Presos da Penitenciária Industrial de Guarapuava concluem curso de costura

Detentos de seis unidades prisionais do Paraná concluíram o curso

Presos de seis unidades prisionais do Paraná concluíram o curso profissionalizante de costura industrial de vestuário. A formação que ocorreu em diferentes etapas no estado foi ofertada por meio do Projeto de Capacitação Profissional e Implementação de Oficinas Permanentes (Procap), do Departamento Penitenciário Nacional, órgão vinculado ao Ministério da Justiça. 

Ao todo, 114 presos participaram da ação que teve início em fevereiro, em algumas regiões do Estado, e a conclusão total dos trabalhos em maio. A carga horária total é de 160 horas. O investimento foi de cerca de R$ 105 mil, oriundos de recursos federais. 

“Esse convênio oferece uma oportunidade para o preso produzir dentro do sistema prisional e ainda sair com uma nova profissão, com experiência na área e certificação, pronto para o mercado de trabalho, seja como empregado ou até mesmo com uma possibilidade de abrir seu próprio negócio”, afirmou o diretor do Depen, Francisco Caricati. 

CONVÊNIO

A execução do Procap, do Ministério da Justiça, ocorreu por meio do convênio nº 891079/2019. A iniciativa prevê recursos para a aquisição dos equipamentos necessários para a realização das oficinas, assim como, para a capacitação profissional da pessoa privada de liberdade.  Uma empresa contratada foi responsável pelo treinamento. 

“O Procap é de suma importância para a geração de vagas de trabalho no sistema prisional e na qualificação profissional do detento para a volta ao mundo do trabalho”, explicou o chefe do Setor de Produção e Desenvolvimento (Seprod) do Depen, Boanerges Silvestre Boeno Filho. 

Segundo Boanerges, nos espaços criados para receber os equipamentos serão produzidos materiais para o uso do próprio sistema prisional paranaense como a confecção de uniformes. Os presos implantados nesses setores de trabalho recebem remuneração e ainda reduzem sua pena. 

As penitenciárias contempladas nesta etapa foram à Casa de Custódia de Piraquara, Penitenciária Central do Estado – Unidade de Segurança, Penitenciária Industrial de Guarapuava, Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, Penitenciária Estadual de Cascavel e a Penitenciária Feminina de Foz do Iguaçu – Unidade de Progressão.

****SESP/PR/Com revisão****