Polícia Civil do Paraná prende 26 por violência contra mulheres

A Operação Resguardo ocorreu simultaneamente em todo o País. No Paraná as ações foram direcionadas a 15 municípios. Durante as diligências a PCPR apurou 204 denúncias que resultaram na instauração de 91 inquéritos policiais, 26 pessoas presas e 13 mandados de busca e apreensão cumpridos

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) participou nesta segunda-feira (8) da Operação Resguardo, a maior já realizada no combate a crimes de violência contra a mulher no País e coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

A Operação Resguardo aconteceu simultaneamente nos 26 Estados e no Distrito Federal. 

As ações ocorreram em 15 municípios do Paraná. Durante as diligências a PCPR apurou 204 denúncias que resultaram na instauração de 91 inquéritos policiais, 26 pessoas presas e 13 mandados de busca e apreensão cumpridos. 

A ação ocorreu em Curitiba, Pato Branco, São José dos Pinhais, Wenceslau Braz, Foz do Iguaçu, Toledo, Marechal Cândido Rondon, Maringá, Paranavaí, Londrina, Araucária, Colombo, Almirante Tamandaré, Jacarezinho e Ponta Grossa.

OPERAÇÃO RESGUARDO

Os trabalhos iniciaram com a apuração de denúncias e análise de procedência, instauração de inquéritos policiais, levantamento de mandados de prisão e cumprimento de mandados judiciais pelas polícias civis, principalmente pelas delegacias especializadas no atendimento à mulher. 

Desde janeiro, a PCPR já verificou mais de 2,5 mil denúncias que resultaram na instauração de 1.927 inquéritos policiais, 84 mandados de prisão, 160 cumprimentos de mandados judiciais, com atendimento de mais de 4 mil mulheres vítimas de violência e a prisão de 650 agressores em todo o Estado. 

A operação contou com mais de 16 mil policiais civis em todo o País, de forma conjunta, na busca de suspeitos de ameaças, tentativas de feminicídio, lesão corporal, descumprimentos de medidas protetivas, estupro, importunação, entre outros crimes.