Corpo de Bombeiros forma nova turma de guarda-vidas militares

Após o curso de três meses em que foram testadas as habilidades e a resistência física e mental, 45 novos guarda-vidas estão prontos para atuar nas praias, rios e lagos de todas as regiões do Estado

A areia de uma das praias de Matinhos foi palco da comemoração de 45 bombeiros militares, de diferentes regiões do Estado, que concluíram o Curso de Guarda-Vidas Militares, uma das formações mais procuradas. Na cerimônia eles receberam o apito e a camisa do uniforme de guarda-vidas, itens que comprovam suas aptidões para atuar em resgates na água.

Neste ano, a tradicional solenidade aconteceu com a presença restrita de convidados, na quinta-feira (11), devido à pandemia. Agora, com mais essa capacitação, os novos guarda-vidas estão prontos para atuar também em rios e lagos, proporcionando ainda mais segurança à população.

“A formatura anual dos guarda-vidas serve para renovar esses profissionais. Para o Corpo de Bombeiros esse momento é um marco, principalmente, em um ano de pandemia. Nós adotamos uma estratégia com todos os cuidados em relação à conduta de saúde para evitar o contágio da Covid e conseguimos finalizar esse curso com sucesso”, declarou  o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Gerson Gross.

HABILIDADES 

O curso teve duração de três meses, totalizando 605 horas/aula, em que os bombeiros testaram suas habilidades, resistência física e mental no preparo para a atividade de guarda-vidas. A parte inicial aconteceu nos comandos regionais, com aulas teóricas e práticas. Desde 09 de novembro do ano passado, todos os alunos estiveram juntos no Litoral, dando continuidade aos treinamentos para desempenhar a missão de salvaguardar vidas. 

Para o comandante do 8º Grupamento de Bombeiros (8º GB), tenente-coronel Jonas Emmanuel Benghi Pinto, um dos pilares da formação do guarda-vidas é a prevenção do afogamento, com a conscientização dos riscos não apenas no mar, junto aos banhistas, mas também em todas as outras as regiões do Estado.

“Esse pessoal garante, além da proteção dos banhistas do Litoral, maior preparo da corporação para nos ajudar nas missões durante o ano todo, nas mais diversas regiões do  Estado e, também, nas próprias viaturas do Corpo de Bombeiros”, explicou o comandante do 8º GB. “É interessante que dentro das nossas guarnições tenhamos guarda-vidas, porque a gente pode pegar uma situação relacionada a meio líquido, e teremos um guarda-vidas a bordo pronto para atender a necessidade da ocorrência”.

CONQUISTA

Entre os 45 novos guarda-vidas está um casal de bombeiros da cidade de Guarapuava. Após ter se curado de um câncer, o cabo Rogerio Wolf, bombeiro militar há 10 anos, decidiu que era hora de passar pelo tão almejado curso de guarda-vidas. Sua esposa, a cabo Aline Palazon, que também faz parte da corporação há uma década, tinha o mesmo sonho e, então, também fez a sua inscrição.

“Se essa formatura tivesse acontecido há um ano e meio certamente o sentimento seria outro. Para mim e para minha esposa foi muita superação, passamos por um monte de incertezas. Tratei um câncer maligno, foi um processo de quimioterapia, cirurgia e, quando a gente saiu dessa situação, percebemos que era hora de fazer o que tínhamos vontade”, disse o cabo Wolf. 

“Treinamos muito  para conseguir entrar no curso e conseguimos, mas durante o período da formação contraí a Covid-19. Fui tratado, tive algumas complicações, mas graças a Deus conseguimos superar tudo e, por isso, hoje eu vou ostentar, com orgulho, a camisa de guarda-vida”, completou o cabo.

Para a cabo Palazon, a formatura foi um sonho realizado de forma especial, principalmente, por ter feito o curso ao lado do marido. Os dois se conheceram há 10 anos, quando prestaram concurso para ingressar no Corpo de Bombeiros. “Sempre almejei essa formação. Depois de tudo o que passamos juntos, o curso de guarda vidas foi muito especial e poder usar a camiseta de guarda-vidas tem um peso maravilhoso!”, declarou.

PRESENÇAS 

Também estiveram presentes na formatura o capitão dos Portos do Paraná, capitão de mar e guerra André Luiz Morais de Vasconcelos; o comandante do 1º Comando Regional do Corpo de Bombeiros, coronel Gelson Marcelo Jahnke; o comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Renato Luiz Rodrigues Júnior; a diretora de Avaliação e Atenção à Saúde, Cleonice dos Santos Ferreira; o prefeito de Matinhos, José Carlos do Espírito Santos; e a comandante da Guarda Municipal de Paranaguá, Marcia Garcia.