Projeto prevê criação de frente parlamentar em defesa das vacinas

A senadora Rose de Freitas é a autora dessa proposta. Na justificativa do projeto, ela destacou que essa frente parlamentar será necessária para “resguardar vidas”.

Começou a tramitar no Senado o Projeto de Resolução (PRS) 18/2021, que cria a “Frente Parlamentar de senadores por vacinas urgentes”. De acordo com a proposta, apresentada pela senadora Rose de Freitas (MDB-ES), a principal atribuição dessa frente será promover uma ação conjunta com órgãos responsáveis, laboratórios, fornecedores de oxigênio e demais instituições que atuam direta ou indiretamente no processo de imunização e controle da covid-19.

Na justificativa do projeto, Rose de Freitas destacou que essa frente parlamentar será necessária para “resguardar vidas”. Ao ressaltar o número de mortos no país devido à pandemia (mais de 300 mil), ela afirma que essa é a “pior tragédia humanitária já experimentada por nosso povo”.

“A vacinação segue a passos lentos no Brasil. (…) Nos Estados Unidos da América, esse percentual [de vacinação da população] já supera 20%, sendo que muito estados norte-americanos já vacinaram mais de 30% de sua população”, destaca ela.

Ainda não há data prevista para a apreciação desse projeto.

(Reportagem: Agência Senado/com revisão).