Segurança

Veículos colidem em cruzamento no Centro de Guarapuava

Não é a primeira vez que ocorre um acidente dessa natureza na esquina entre as ruas Getúlio Vargas e Coronel Lustosa. Novamente, um motorista ‘cortou’ a preferencial e provocou nova batida no mesmo local
O Gol 'cortou' a preferencial e bateu em uma Duster (Foto: Cristiano Martinez/Correio)

A manhã desta segunda-feira (16) começou mal para o trânsito de Guarapuava. Dois veículos colidiram na área central da cidade, em uma esquina com histórico de acidentes.

Por volta de 7h30, um Renault/Duster, placas de Guarapuava, trafegava pela rua Getúlio Vargas, na área central do município, quando ocorreu a colisão com um VW/Gol, placas de Pinhão, que vinha pela via Coronel Lustosa. O veículo menor “cortou” a preferencial da Duster, provocando o acidente.

O Gol teve maiores avarias na lateral direita, com destaque para a roda dianteira. E, no outro automóvel, os danos se concentraram na parte frontal, atingindo o para-choque e a região do motor. Inclusive, a força do impacto deslocou a Duster para a lateral de um imóvel desocupado na esquina das duas ruas.

Havia três ocupantes no veículo maior: a motorista e duas crianças. Os passageiros sofreram ferimentos leves e foram atendidos no local pelo Siate dos bombeiros. Já no Gol, duas pessoas sem ferimentos.

O motorista do carro menor estava sem a carteira de habilitação.

HISTÓRICO

Não é a primeira vez que a rua Getúlio Vargas é palco de uma colisão de veículos. Em outubro de 2017, uma Toyota/Hilux (placas de Boa Ventura de São Roque) vinha subindo pela Getúlio Vargas quando sofreu a colisão de um Fiat/Strada (placas de Guarapuava), que furou a preferencial na Coronel Lustosa. “Não deu tempo de frear”, explicou o condutor do veículo maior, que não quis se identificar à época.

Tanto os dois ocupantes da Hilux quanto o motorista da Strada não tiveram ferimentos graves. Apenas danos materiais nos dois veículos.

Inclusive, a força da batida foi tão forte que o utilitário menor foi jogado em direção à área de estacionamento da Coronel Lustosa, ficando em posição contrária ao fluxo de automóveis dessa via. Curiosamente, no mesmo lugar em que ficou a Duster da manhã desta segunda-feira (16).

Aliás, os moradores e comerciantes dessa região reclamam dos acidentes de trânsito constantes da esquina. Um deles disse ao CORREIO que já denunciou o caso aos veículos de comunicação do município e entregou um abaixo-assinado à Prefeitura de Guarapuava. “É preciso implantar redutores de velocidade”, afirmou o morador, que também não quis se identificar.

Segundo ele, a fatídica esquina das vias Coronel Lustosa e Getúlio Vargas já contabiliza mais de 60 acidentes em um período de apenas seis meses.