Guarapuava, 17 de December de 2018
Cotidiano

Segundo a assessoria da Energisa Sul-Sudeste, empresa responsável pela energia elétrica, galhos atingiram cabos de energia provocando a interrupção do serviço

-
Rua Cap. Rocha ficou sem energia (Foto: Cristiano Martinez/Correio)

Um temporal castigou Guarapuava ao final da tarde desta segunda-feira (24/setembro). Após um calorão de primavera (os termômetro passaram dos 30º C), a chuva caiu de maneira repentina por volta de 18h, com ventos e trovoadas.

O principal efeito foi a queda de energia em algumas regiões do município. Por exemplo, nas imediações da rua Capitão Rocha, os postes de luz apagaram, as casas e o comércio ficaram no escuro e o semáforo do cruzamento com a avenida Moacir Julio Silvestri parou de funcionar, provocando caos no trânsito.

Segundo a assessoria da Energisa Sul-Sudeste, empresa responsável pela energia elétrica, galhos atingiram cabos de energia provocando a interrupção do serviço.

As áreas atingidas foram parte do Centro, Morro Alto, São Cristóvão, Conradinho, Bonsucesso e Santana. Um leitor do CORREIO mencionou o Residencial 2000; mas pode ser um caso pontual. As equipes da Energisa estão nas ruas para consertar e restabelecer a energia. Até as 20h15, isso ainda não havia ocorrido. Foram três alimentadores prejudicados (postes da rede de energia).

TEMPO

Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), alguns temporais ocorreram nesta tarde em pontos da metade sul do estado.

O forte calor e a aproximação de uma grande área de instabilidade provocaram temporais no Paraná. São chuvas bem isoladas e de curta duração.

Seguem algumas estações meteorológicas com fortes rajadas de vento: Foz do Iguaçu 102,6 km/h (INMET), Marechal Cândido Rondon 71,6 km/h, São Miguel do Iguaçu 62,3 km/h (Simepar) e Francisco Beltrão (Simepar) 60,1 km/h.

NOTA

Em nota, a Energisa Sul-Sudeste esclarece que a forte chuva, acompanhada de raios e ventos que atingiu o município de Guarapuava (PR), no começo da noite desta segunda-feira (24/09), provocou o lançamento de galhos em direção à rede de energia que causaram o rompimento de cabos nos postes que ficam localizados na saída da subestação Guarapuava, que atende parte da cidade. As localidades atingidas pela ocorrência registrada às 18h15 foram Centro, Morro Alto, Santana, Bonsucesso, Alto da XV, São Cristóvão e parte do Conradinho.

A distribuidora aumentou o número de equipes técnicas para restabelecer o fornecimento de energia que ocorreu de forma escalonada após as manobras na rede elétrica. Por volta das 18h22, 3.482 clientes tiveram o serviço restabelecido; às 19h24, outros 3.792 clientes e às 19h33, 2.747 clientes, normalizando o fornecimento da região central da cidade. Já às 20h39, as 6.637 unidades de consumo das demais localidades tiveram o fornecimento de energia restabelecido. 

A empresa orienta aos clientes que encontrarem fios caídos, que mantenham distância e avisem imediatamente a concessionária pelo telefone 0800 7010 326 (ligação gratuita). Durante as tempestades, a distribuidora recomenda também que os equipamentos eletrônicos sejam retirados da tomada. 

"A Energisa Sul-Sudeste conta com a compreensão de todos e reafirma seu compromisso de atuar prontamente com qualidade e segurança para manter o fornecimento a todos os seus clientes", finaliza a nota.

 

******************Matéria atualizada às 21h19 de 24/09/2018


Veja Também