Guarapuava, 21 de fevereiro de 2020
Cotidiano

Com mais de três anos de atuação, o Serviço acolhe atualmente 33 crianças, com o objetivo de oferecer carinho, afeto e um lar adequado. O intuito é que a família participante possa executar o acolhimento pelo período máximo de dois anos

-

Nesta quinta-feira (13), o Serviço Família Acolhedora recebeu um novo veículo que fornecerá mais segurança e amparo às crianças e adolescentes guarapuavanos inseridos no programa.

O automóvel foi conquistado através da deliberação de recurso da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Estado do Paraná (Sejuf). “Este é um reforço do programa Crescer em Família, que promove recursos para entidades. É um veículo novo que proporcionará todas as condições de segurança e conforto que a equipe merece e precisa para desempenhar um ótimo trabalho, atendendo crianças e adolescentes em situações de vulnerabilidade e risco no município”, declarou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Ari Marcos Bona.

Com mais de três anos de atuação, o Serviço acolhe atualmente 33 crianças, com o objetivo de oferecer carinho, afeto e um lar adequado. O intuito é que a família participante possa executar o acolhimento pelo período máximo de dois anos.

“Diariamente, trabalhamos com visitas domiciliares e nossas equipes se dividem para acompanhar as 22 famílias acolhedoras atualmente habilitadas. O recebimento do veículo irá somar no trabalho de monitoramento, como também no transporte das crianças e adolescentes para atendimento e especificidades médicas”, informou a coordenadora do Serviço Família Acolhedora em Guarapuava, Regiane Cristina Lopes de Moraes.

INSCRIÇÕES

Vale ressaltar que as inscrições para participar do Serviço Família Acolhedora estão abertas até 27 de fevereiro. Os interessados devem se cadastrar na sede do programa, situada na rua Presidente Getúlio Vargas, 2.077, Centro. O atendimento é das 8h30 às 12h e da 13h30 às 17h. Mais informações pelo telefone (42) 3623-7915.

O Serviço Família Acolhedora é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Guarapuava, Ministério Público e Poder Judiciário.

Veja Também