Guarapuava, 21 de outubro de 2019
Economia

O tema será debatido no 26º Fórum de Docentes e Discentes, realizado entre os dias 7 a 9 de agosto, em Foz do Iguaçu

-

Nesta quarta-feira (7 agosto), tem início a 26ª edição do Fórum de Docentes e Discentes, organizado pelo Crea-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná), em parceria com as Instituições de Ensino.

O evento, realizado anualmente, reúne docentes e discentes de cursos afetos às áreas do Sistema Confea/Creas (Agronomia, Engenharias e Geociências), além de dirigentes das Instituições de Ensino, Conselheiros Regionais e Federais, e demais autoridades.

Este ano, o Fórum será sediado no Centro Universitário Dinâmica das Cataratas (UDC), em Foz do Iguaçu. Na programação do evento estão previstas palestras, mesas-redondas, apresentação de trabalhos e de projetos, prêmios e painéis. A primeira mesa redonda do evento tem como proposição o tema “Novas Diretrizes Curriculares Nacionais da Engenharia, Qualidade de Ensino e Ensino a Distância”, e será conduzida pelos engenheiros Luiz A. C. Lucchesi, Vanderli Fava de Oliveira e Vinícius do Rego Dias.

Conforme o professor da Universidade Federal da Bahia e da Universidade Católica do Salvador, engenheiro mecânico, Vinicius do Rego Dias, a sua contribuição para a mesa-redonda será dentro da temática do ensino à distância aliado às tecnologias.

“Apresentarei as ferramentas tecnológicas que podem ser aplicadas a essa modalidade de ensino. Acredito que muito do que vem sendo aplicado no EaD tem proporcionado melhoria também da modalidade presencial. Espero contribuir para quebrar o paradigma de que não é possível fazer um curso de engenharia numa modalidade que não seja a presencial”, afirma o docente.

DIRETRIZES

O presidente da Abenge (Associação Brasileira de Educação em Engenharia), professor da Universidade Federal de Juíz de Fora, Vanderli Fava, explica que a sua apresentação na mesa-redonda tratará das novas DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Engenharia).

“Farei um breve panorama sobre a evolução da Engenharia e sobre os cursos de Engenharia no Brasil. Em seguida, apresentarei um comparativo da nova DCN, de 2019, com a anterior, 2002, destacando as inovações introduzidas na atual. Por fim, farei um resumo sobre os avanços das novas DCNs e o contexto no qual deve ser inserida”, conta o presidente.

SERVIÇO

As inscrições para o Fórum estão abertas AQUI. A programação completa do evento pode ser acessada AQUI.

Veja Também