Guarapuava, 21 de julho de 2019
Cotidiano

A nota também afirma que uma reunião entre a administração municipal e os grevistas será realizada na manhã desta terça-feira (18)

-

A Prefeitura de Guarapuava, através de uma nota encaminhada à imprensa na tarde desta segunda-feira (17), afirmou que considera o movimento de greve dos servidores públicos ilegal e ilegítimo, e ressalta que irá descontar os dias parados.

O texto também aponta que a administração municipal receberá os grevistas na manhã desta terça-feira (18) para uma reunião fechada “com o objetivo de por fim ao movimento instalado”.

GREVE

Iniciado na última sexta-feira (14), o movimento grevista exige uma proposta para a reposição salarial deste ano, correspondente a 4,94%. Além disso, uma das demandas levantadas é a implantação de um vale-alimentação para o funcionalismo.

“Estamos buscando o diálogo. É o que a gente mais pede, que sejam retomadas as negociações, e aí a categoria vai decidir. É possível [o fim da greve], mas vai depender da administração”, disse Cristiane Wainer, presidente do Sindicato dos Servidores, Funcionários Públicos e Professores Municipais de Guarapuava (Sisppmug).

NOTA

A administração municipal informa que:

1)    Considera o movimento de greve dos servidores municipais ilegal e ilegítimo porque não respeita o disposto na Lei Federal nº 7.783/1989;

2)    Irá descontar os dias não trabalhados dos servidores que aderiram e venham aderir ao movimento, baseando-se na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) (Recurso Extraordinário 693456);

3)    Receberá nesta terça-feira (18), às 8h, representantes do Sindicato da categoria em reunião fechada, com o objetivo de por fim ao movimento instalado.

 

Veja Também