Agricultura

Palestra debateu o uso dos agrotóxicos

Durante sua palestra, o jornalista detalhou os dados coletados durante sua pesquisa, demonstrando que muitas notícias divulgadas pela mídia, sobre os agrotóxicos, na realidade são falsas e sem embasamento técnico e científico
(Foto: Assessoria)

O Sindicato Rural de Guarapuava sediou, na última quarta-feira (9), a palestra “O que o agricultor faz pelo mundo”, com o jornalista e escritor Nicholas Vital, autor do livro “Agradeça aos agrotóxicos por estar vivo”. Nele, o autor aborda se o uso do agrotóxico é mesmo tão maléfico à saúde como muitos disseminam.

Durante sua palestra, o jornalista detalhou os dados coletados durante sua pesquisa, demonstrando que muitas notícias divulgadas pela mídia, sobre os agrotóxicos, na realidade são falsas e sem embasamento técnico e científico. “A ideia de escrever esse livro foi para equilibrar esse debate entre alimentos orgânicos e convencionais e todas essas críticas que vemos na mídia sobre os agrotóxicos. Hoje não é um debate equilibrado. Como jornalista agro, vi uma situação muito diferente. Os agrotóxicos são insumos e uma tecnologia como todas as outras. E não via nenhum produtor passando mal ou morrendo por causa deles. Eu não falo para beber agrotóxico, porque faz bem. Mas devemos agradecer a eles, porque se não fosse eles, não teria comida suficiente, já que temos uma população cada vez maior”, explicou Vital.

Marcelo Scutti, gerente de marketing do Grupo Pitangueiras, explicou que a ideia de trazer a palestra foi além de conscientizar a população urbana, incentivar o produtor rural a saber se defender das críticas que muitas vezes ele sofre. “O produtor precisa ter argumentos quando sofre críticas, porque a maioria delas tem uma explicação razoável. O produtor rural não é vilão e precisa mostrar isso”.

O evento foi organizado pela Arysta, Bayer, Corteva, FMC, Grupo Pitangueiras e Ihara, com o apoio do Sindicato Rural de Guarapuava.