Guarapuava, 17 de janeiro de 2019
Esporte

Em entrevista ao CORREIO, Flavio Alves destacou que o planejamento do Rubro-Negro da Baixada é brigar em 2019 por uma das vagas à elite do futebol paranaense

-

Recém-chegado a Guarapuava, o novo diretor de futebol da Associação Atlética Batel (AA Batel), Flavio Alves, já traçou a principal meta do clube em 2019: o acesso à elite do futebol paranaense. Para alcançá-la, o time batelino deve enfrentar um Campeonato Paranaense da 2ª Divisão equilibrado a partir de meados de abril - a data oficial de início ainda não foi divulgada pela Federação Paranaense de Futebol (FPF).

“A minha vinda para cá foi com a intenção do acesso”, diz Alves, em entrevista ao CORREIO. Segundo ele, desde o primeiro contato com o diretor executivo do Batel, Bernardo Feler, já havia o planejamento para conquistar uma das duas vagas à Primeira Divisão. Neste ano, a Segundona deve contar com dez clubes: AA Batel, AC Paranavaí, Apucarana Sports, CE União, Independente FSJ, Iraty SC, Nacional AC, Prudentópolis FC, PSTC e REC, conforme convocação do Conselho Arbitral 2019.

À exceção de dois clubes, analisa o diretor de futebol do Rubro-Negro da Baixada, todos vêm com força para brigar por uma das vagas do acesso.

Com mais de 20 anos em administração esportiva, Alves trabalhou principalmente nos mercados de São Paulo e Minas Gerais; o Batel será a sua primeira experiência no Paraná. Mas ele já estudou o Campeonato Paranaense e sabe das dificuldades que o clube guarapuavano enfrentará em 2019. “Você pode ter certeza que será um campeonato muito nivelado”.

Por isso, a preocupação batelina será chegar forte na competição. A preparação do time inicia no próximo dia 12 de fevereiro, com a apresentação dos jogadores ao técnico Dudu Sales. Inclusive, um evento festivo ao público ainda deve ser marcado para que todos tomem conhecimento dos novos uniformes, nomes dos atletas e os integrantes da comissão técnica.

Desde o final de 2018, Flavio Alves trabalha na montagem do elenco do Batel (Foto: Cristiano Martinez)

ELENCO

Desde o final de 2018, Flavio Alves tem se reunido com Dudu Sales e Bernardo Feler para discutir os nomes que farão parte do plantel de jogadores de 2019. A ideia é trabalhar com um grupo de 25 jogadores de linha e mais três goleiros, aproveitando também os jovens talentos do Sub-19 rubro-negro.

Por enquanto, Alves prefere não mencionar possíveis nomes de jogadores profissionais, pois os contratos ainda não foram assinados. Mas o que ele pode adiantar é que se trata de atletas vencedores. “O perfil de atleta é de atleta vencedor, que já teve acesso; atleta com uma rodagem”, destacando que o time precisa contar com jogadores que já foram campeões ou que subiram de divisão em algum clube.

Como Alves tem bastante experiência paulista, devem ser contratados nomes com rodagem pelo estado de São Paulo. “Vamos ter, sim. Mas estou tomando um cuidado muito grande nessa questão das contratações”.

A preparação do time inicia no próximo dia 12 de fevereiro, com a apresentação dos jogadores ao técnico Dudu Sales. Inclusive, um evento festivo ao público ainda deve ser marcado para que todos tomem conhecimento dos novos uniformes, nomes dos atletas e os integrantes da comissão técnica

COMPETIÇÕES

Além do Campeonato Paranaense da Segunda Divisão, o Batel deve disputar o Sub-19 e a Taça FPF, caso esta volte a ser disputada em 2019. Na verdade, Flavio Alves adianta que o rubro-negro vai ter um ano bem movimentado. “Outro plano que tenho com o Bernardo [Feler] é disputar o maior número de competições que tiver”.

No caso da Taça FPF, existe a possibilidade de conquistar uma vaga à Série D do Campeonato Brasileiro de 2020. Isso daria uma nova cara ao Batel. “Aí nós já entramos num patamar de clube médio/grande, com calendário nacional”, finaliza Alves.

Veja Também