Guarapuava, 23 de maio de 2019
#curta!

Como já é de praxe nos últimos seis anos, o Carnaval em Guarapuava tem uma comemoração alternativa: o festival de rock pesado Maquinária Rock Field. Com 22 bandas no line-up de 2019, o evento está programado para ocorrer neste final de semana

-

Há seis anos, o Carnaval em Guarapuava vem mais nervoso e pesado. Ao invés das cores exageradas e da serpentina no salão, em cena o preto predominante e o mosh generalizado. Nesse tradicional período de folia, uma galera prefere trocar a fantasia do Pierrô e da Colombina pelas camisas de bandas de rock e o jeans rasgado.

Tudo por causa do Maquinária Rock Field (MRF), festival de bandas de rock (com predileção pelos subgêneros abrigados pelo metal extremo) que é realizado na “terra do lobo bravo” nesses últimos seis anos. Em 2019, a sexta edição do MRF ocorrerá neste final de semana, justamente no período de monopólio da festa carnavalesca em todo o Brasil.

Mas como todo bom e velho rock and roll, o MRF rompe com paradigmas e tradições para ofertar apresentações roqueiras no sábado (2 março) e domingo (3 março), com abertura dos portões às 9h. O local será a Chácara Paraíso (rua Cláudio Coutinho), que terá área de camping free, estacionamento free e praça de alimentação.

Como é de praxe, a organização do festival é por conta da banda guarapuavana Maquinária. Aliás, o nome do evento é uma celebração à história desse projeto musical surgido em 1989, um dos pioneiros do rock pesado em Guarapuava.

O Maquinária teve um hiato de muitos anos, até retornar com nova formação nos anos de 2010. Hoje a banda conta com Adriano Ribeiro, o Besouro, nos vocais e contrabaixo; Dan Souza, nos vocais e guitarra; e Junior Batista, na bateria.

O Maquinária Rock Field é feito há seis anos em Guarapuava (Foto: Arquivo Pessoal/MRF)

ATRAÇÕES

O 6º Maquinária Rock Field terá apresentação de 22 bandas, entre atrações guarapuavanas, interestaduais e de outros países.

É o caso, por exemplo, do Strüjen, projeto originário da Argentina. Formada apenas pela dupla Chenn (baixo e vocais) e Martin (bateria), essa banda de grindcore está em turnê pelo Brasil desde o dia 21 de fevereiro, com passagens por cidades como Curitiba (PR), Indaiatuba (SP), Belo Horizonte (MG) e Araraquara (SP). Depois do show no MRF, “los hermanos” seguem para Maringá e Cascavel, no Paraná.

Ainda a “hablar en español” (nem sempre na letra das canções), o evento guarapuavano ainda tem Pestilencia e Suburban Bastards, ambas do Paraguai. A primeira é uma das maiores bandas de hardcore do país vizinho.

Em bom português (no caso de composições na língua de Camões), o casting do MRF 2019 é composto de convidados interestaduais: Embrio (Cascavel-PR), Order of Destruction (São Paulo), Krucipha (Curitiba-PR), Legacy of Kain (Curitiba-PR).

Inclusive, Krucipha, Legacy Kain e Order of Destruction dão o “start” em Guarapuava para uma mini turnê pelo Paraná para promover um “Carnaval metálico”. Entre os dias 2 e 5 de março, o trio de bandas passa pela “terra do lobo bravo”, Francisco Beltrão e Araucária.

GUARAPUAVA

No entanto, o grande destaque do MRF 2019 fica por conta do espaço conquistado pelas bandas guarapuavanas, como é o caso, por exemplo, de Fusileer, Immortal Flame e Inception Band.

Uma curiosidade: o Maquinária não está escalado oficialmente no line-up, mas o festival deste ano tem um gostinho especial. O power trio comemora 30 anos de fundação da banda.

O Krucipha vem para Guarapuava e participa do Carnaval alternativo (Foto: Arquivo Pessoal/Krucipha)

SERVIÇO

O 6º Maquinária Rock Field será neste sábado (2) e domingo (3), na Chácara Paraíso, em Guarapuava. Os portões abrem às 9h, com área de camping e estacionamento liberados. O evento terá apresentação de 22 bandas, com praça de alimentação.

Os ingressos antecipados (R$ 20) estão sendo vendidos no Armazém do Rock, Beer’s House e Mundo Geek.

Para mais informações, entre em contato com a página do evento nas redes sociais (CLIQUE AQUI).

Veja Também