Guarapuava, 17 de novembro de 2019
Esporte

O evento esportivo será entre 31 de janeiro e 5 de fevereiro, nos municípios de Guarapuava, Turvo e Prudentópolis. Durante o lançamento nesta sexta-feira (23), lideranças destacaram como ponto positivo a integração da região Serrana

-

Unindo esporte, atrativos naturais e turismo, os Jogos de Aventura e Natureza chegam ao terceiro planalto paranaense no início de 2020.

A fase regional ocorrerá entre 31 de janeiro e 5 de fevereiro do próximo ano, com atividades nos municípios da tríplice fronteira: Guarapuava, Turvo e Prudentópolis.

O lançamento dessa etapa ocorreu na tarde desta sexta-feira (23 agosto), no Paço Municipal, em Guarapuava. “A ideia é integrar a prática esportiva, aliada a essa convivência com a natureza”, comentou o secretário municipal de Esportes e Recreação de Guarapuava, Pablo Almeida, em entrevista ao CORREIO.

Além da prática esportiva, o evento tem potencial, segundo ele, para atrair turistas de outras partes do Paraná para conhecerem as belezas naturais da região da tríplice fronteira.

Segundo Almeida, a ideia é distribuir as modalidades entre Guarapuava, Turvo e Prudentópolis, com programação simultânea durante essa fase regional dos Jogos. Uma reunião ainda ocorrerá ao final da tarde desta sexta-feira (23), entre as equipes técnicas, para definir quais modalidades e os locais de competição em 2020 na região.

Mas o coordenador geral do evento, Tiago Campos, adiantou ao CORREIO que a programação incluirá esportes como parapente, mountain bike, slacklaine, enfim, atividades de terra, ar e água. “Acredito que de competição, serão de duas a três modalidades por município”, explicando que serão divididas em três tipos: apresentação, participação da comunidade e competição.

Aliás, no caso específico de Guarapuava, o secretário Almeida explica que uma das propostas é unir gastronomia ao evento, utilizando uma praça de Guarapuava como ponto central para ofertar modalidades à população, tais como caiaque, paredão de escalada, beach soccer, vôlei de praia etc.

O coordenador geral do evento falou durante o lançamento (Foto: Cristiano Martinez/Correio

POTENCIAL

Para o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, a escolha da região de Guarapuava para abrigar uma etapa dos Jogos de Aventura e Natureza revela o reconhecimento do Estado em relação às belezas naturais e ao potencial turístico do município.

“Eu tenho certeza de que isso vai aumentar muito a nossa visibilidade”, reconhecendo que é necessário também investir na infraestrutura, melhorando, por exemplo, o acesso aos locais naturais de Guarapuava.

Nesse sentido, Cesar Filho lembra que a região tem o Salto São Francisco, uma das maiores belezas da natureza brasileira. “Mas ainda pouco conhecido dos próprios guarapuavanos. Com essa visibilidade, tenho certeza que vai aumentar bastante o interesse da visitação e da atração de turistas”.

Na mesma sintonia, o prefeito de Turvo, Jeronimo Gadens do Rosario, destacou o potencial da parceria entre municípios e governo estadual. “A intenção que o Estado traz para nós é ter essa junção de forças, através da região e que seja um evento regional, com toda a visibilidade a nível de Estado. Vemos com bons olhos”.

INTEGRAÇÃO

E, para a deputada estadual Cristina Silvestri, os Jogos de Aventura e Natureza concretizam a integração regional, unindo três municípios por meio do Salto São Francisco.

“Ele [o salto] se instalou aí, majestosamente entre as três fronteiras, unindo as nossas raízes”, diz a deputada, frisando que as três cidades desfrutam de elementos em comum, caso da geada e do pinhão.

Veja Também