Economia

‘De porta em porta’ se alcança o sucesso

Na semana em que Guarapuava completa 198 anos, conheça a história de Enedi do Nascimento Lozeckyi, uma empresária que adotou o município. De contadora a vendedora, ela se tornou uma empreendedora reconhecida em todo o Paraná
A empreendedora Enedi do Nascimento Lozeckyi (Foto: Cristiano Martinez/Correio)

Sem conhecer ninguém, Enedi do Nascimento Lozeckyi saiu de “porta em porta” por toda Guarapuava para vender seus produtos. Enedi veio de Coronel Vivida para conquistar "um lugar ao sol" no disputado mercado de roupas femininas na “terra do lobo bravo” com a sua Fashion N.

Mas não pense que foi fácil. “Não conhecia nada de Guarapuava”, recorda a empresária, explicando que se mudou para o terceiro planalto paranaense em função do marido. Contadora por formação, em 2012 ela trabalhou durante oito meses em uma empresa guarapuavana, no setor financeiro.

Depois é que começou a sua saga no universo das vendas. Naquele momento, Enedi fez jus à tradição de sua família e resolveu apostar no segmento de “porta em porta”, levando os produtos diretamente para as suas clientes. “É um atendimento pessoal”, destacando que esse tipo de relação é um diferencial no seu negócio. “Ninguém mais tem tempo de ir de loja em loja”.

Assim, as clientes da empreendedora radicada em Guarapuava ficam mais à vontade para receber em casa a roupa preferida e prová-la, após o horário comercial e até mesmo no fim de semana. Não por sinal, boa parte das vendas de Enedi é feita em períodos alternativos.

Com a atividade formalizada desde 2014, a empresária abriu uma loja física em sua própria casa há pouco mais de um ano. Mas, claro, o negócio é separado da vida particular e ela só atende com horário marcado.

Sem contar que a especialidade da Fashion N é o mercado de roupas femininas. “Confecção feminina é algo que nunca para. A mulher sempre está precisando de roupa”, destacando que a aposta no setor também é fruto de pesquisa de mercado.

  A história de Enedi foi destaque no Sebrae (Assessoria)

PRIMEIRA

“A minha primeira cliente foi uma amiga de trabalho do meu marido”, recorda Enedi. De “boca em boca”, com uma freguesa indicando para a outra, a empresária começou a formar a sua “carteira de clientes” quatro anos atrás. Hoje ela se orgulha dos clientes conquistados e de “se localizar em Guarapuava”.

Claro que o seu empreendedorismo não estagnou. “A gente sempre quer aumentar o número de clientes”.

Além de gerar renda na cidade, Enedi também estimula a criação de empregos, com a contratação de uma estagiária, por enquanto. “A ideia é ter mais funcionários no futuro”, afirma a lojista.

DESTAQUE

Toda essa história de superação de Enedi do Nascimento Lozeckyi ganhou o Paraná em setembro deste ano. Ela recebeu a “prata” na categoria Microempreendedora Individual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2017. Essa é uma premiação que reconhece o trabalho desenvolvido por mulheres que transformaram suas vidas e a de pessoas a sua volta, por meio do empreendedorismo.

“A força feminina está fazendo a diferença no mercado e, mais, está inspirando muitas outras pessoas a acreditarem nos seus sonhos. É uma satisfação enorme poder participar disso e reconhecê-las”, diz a organização do prêmio. Neste ano foram seis premiadas em duas categorias.

Enedi conta que foi incentivada pelos consultores do Sebrae, que fazem visitas mensais aos empreendimentos formalizados, a participar da competição. Quando ficou sabendo do período de inscrições em 2017, a empresária de Guarapuava resolveu tentar, sem maiores pretensões.

Empresária oferece atendimento vip (Cristiano Martinez/Correio)

Logo de cara, a sua história ficou classificada entre as cinco melhores. Desse modo, Enedi recebeu uma visita da organização para confirmar se os dados informados estavam corretos. Em seguida, veio o resultado: a segunda colocação em sua categoria. “A gente nunca espera”, diz Enedi.

Realizado desde 2004, o prêmio é desenvolvido pelo Sebrae em parceria com a Secretaria de Política para as Mulheres (SPM), a Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil (BPW) e apoio técnico da Fundação Nacional de Qualidade (FNQ).

SERVIÇO

Para quem quiser saber mais sobre a Fashion N, procure a loja nas redes sociais.