Guarapuava, 21 de outubro de 2019
Esporte

Foram 332 participantes vindos de mais de 18 cidades do estado. Os jogos simultâneos foram realizados na manhã de sábado (14), no Ginásio Municipal de Esportes Joaquim Prestes, e contou com 15 categorias masculinas e 13 femininas

-

O Ginásio Municipal de Esportes Joaquim Prestes, o Joaquinzão, recebeu na manhã de sábado (14 setembro) competidores de todo o estado, durante a 7ª etapa do Campeonato Paranaense de Tênis de Mesa, sediado em Guarapuava.

Foram 332 participantes, dos 6 até pouco mais de 70 anos, que competiram simultaneamente nas 22 mesas dispostas na quadra esportiva. Ao todo, foram 15 categorias masculinas e 13 categorias femininas.

“Nos eventos da federação, temos sete etapas durante o ano, e no início do ano existia um sorteio para definir estas etapas. Guarapuava já vinha há anos participando da federação, mas nunca teve uma etapa. Dessa vez, acabou dando certo para trazer este campeonato para cá”, afirma Edson Marroque, presidente da Federação de Tênis de Mesa do Paraná (FTMP).

COMPETIDORES

Os participantes vieram de mais de 18 cidades para prestigiar o evento na famosa “terra do lobo bravo”, que contemplou esportistas de diversas idades. Entre os competidores, estava a adolescente de Cascavel, Bárbara Vitória Jorente (17 anos), terceira colocada na categoria juvenil. Praticante do tênis de mesa há 9 anos, a jovem afirma que se orgulha dos resultados. “Representar a cidade que a gente veio é ótimo, levando um título de volta para casa. É maravilhoso!”.

De um pouco mais distante, veio Lucas Okamoto Yoshimura (12 anos), representando a categoria mirim. O adolescente veio de Londrina, e conquistou o 5º lugar na categoria. “Eu pratico o tênis de mesa há três anos, e estou bem esperançoso para que eu me desenvolva bem no esporte”, afirma.

Lucas Okamoto Yoshimura (12 anos) veio de Londrina (região Norte) e conquistou o 5º lugar na categoria mirim (Foto: Ágata Neves)

GUARAPUAVANOS

Entre todos os inscritos, quase 50 são guarapuavanos ou representam o município em competições. Atualmente, o incentivo pela prática do tênis de mesa é dado por diversas maneiras. “Por meio das escolinhas que nós desenvolvemos e das competições locais. Nós fazemos várias etapas de competições locais e regionais. Estadual, neste porte, é a primeira vez que Guarapuava sedia, então é um marco”, afirma o secretário municipal de esportes Pablo Almeida.

Entre os competidores locais, estava o vereador Germano Alves, que pratica o esporte desde os 15 anos, e no campeonato atuou na categoria V4 masculino. O atleta é fruto dos ensinamentos da mesatenista Laudenora Ferreira, que foi tutora do vereador e do prefeito Cesar Silvestri Filho, além de servir como exemplo também para o medalhista paralímpico Ezequiel Babes.

“Nós como legislativo votamos no orçamento. Dentro do orçamento, tem a parte que cabe ao esporte, e dessa maneira, nós conversamos com o secretário Pablo Almeida e nós tentamos convencer o prefeito Cesar Filho a sempre colocar uma ‘fatia’ a mais para o esporte, e nós aprovamos este orçamento. Para o esporte, ainda falta muito recurso financeiro, mas nós temos que pensar a frente. O legislador, hoje, ele tem que tentar trabalhar de outra maneira e tentar verificar se conseguimos parcerias”, declara o vereador.

Entre os competidores locais, estava o vereador Germano Alves, que pratica o esporte desde os 15 anos (Foto: Ágata Neves)

O ESPORTE NA CIDADE

De acordo com o secretário, o evento de grande porte é resultado do trabalho executado pelos atletas e servidores municipais que atuam no esporte. “Nós nunca tínhamos uma etapa do estadual de tênis de mesa, ou qualquer outro evento de tênis de mesa grande em Guarapuava”, destaca.

“É importante sediar uma etapa como essa, para mostrar que Guarapuava está no cenário estadual”, afirma o mesatenista e organizador do evento Felipe Kurhan.

Germano Alves vê que Guarapuava como sede do evento serve como um incentivo da prática no município. “Com esse evento, mais pessoas vão conhecer como funciona a modalidade, e quem sabe se interesse a praticar”.

De acordo com Pablo Almeida, o evento de grande porte é resultado do trabalho executado pelos atletas e servidores municipais que atuam no esporte (Foto: Ágata Neves)

A NÍVEL ESTADUAL

O esporte tem ganhado mais adeptos no Paraná, de acordo com o presidente da FTMP. “Hoje, a federação é a maior do país, em número de participantes. Em nível técnico, a gente está disputando primeiro com São Paulo, Santa Catarina e aí o Paraná, a gente está disputando este terceiro lugar”, afirma Marroque.

Muito disso deve-se a maior atuação de crianças no esporte. “Está crescendo muito, a gente tem muita criança participando de categorias como mirim, pré-mirim, e já faz uns três anos que estamos aumentando cada vez mais o número de mesatenistas”, declara.

Entre as cidades que apresentaram melhores desempenhos, estão Curitiba e regiões metropolitanas, além de Cascavel.

O esporte tem ganhado mais adeptos no Paraná, de acordo com o presidente da FTMP, Edson Marroque (Foto: Ágata Neves)

CAMPEÕES

Conforme as competições iam sendo encerradas, as medalhas já eram entregues aos vencedores. Em Guarapuava, a melhor colocação ficou para a categoria feminina de juventude, por Natalia dos Santos Amaral, que conquistou o segundo lugar.

No masculino, o mesatenista André Cezar Miranda, participante da categoria veterano V4 levou a terceira colocação.

Para conferir a lista completa de vencedores, CLIQUE AQUI.

Veja Também