Guarapuava, 15 de dezembro de 2019
#curta!

A produção do diretor Flávio Dutra foi majoritariamente gravada em Pitanga, e ganhou seu primeiro trailer na última semana; no enredo, a protagonista é vítima de tráfico de órgãos, mas busca vingança mesmo estando ‘vazia’

-

Em uma cidade a pouco mais de 80 km de Guarapuava, a história de uma vítima de tráfico de órgãos ganha forma no vídeo. 

Idealizado pelo diretor Flávio Dutra, o curta-metragem “Revide” ganhou um trailer e está mais próximo de ser lançado. As gravações ocorreram majoritariamente em Pitanga, com exceção de uma cena feita na “terra do lobo bravo”. 

Em entrevista ao CORREIO, Dutra explica que a obra dialoga com gêneros como a ficção e o suspense, e traz um importante alerta quanto a exposição de crianças e adolescentes às redes sociais, além de tratar dos estereótipos. 

O diretor lembra que teve a ideia para o roteiro enquanto estava em seu apartamento. “Fiquei pensando: ‘e se tivesse alguém parado com as roupas cheias de sangue na rua olhando em minha direção’”, diz, acrescentando que sempre teve vontade de trabalhar com essas temáticas. 

Passado o período das captações, o processo de pós-produção foi feito a partir de um cronograma visando a economia do tempo e do orçamento. “A edição é uma das partes que eu mais gosto”, ressaltando que durante as gravações “conseguia mentalizar o filme pronto”. 

PROTAGONISTA

Dentro da narrativa de “Revide”, coube à atriz paranaense Suelen Nefertari dar vida à protagonista Sara. Em suas palavras, a personagem é um quanto tanto peculiar, e justamente por isso interpretar adolescente foi um desafio. “Não foi fácil canalizar os aspectos emocionais dela, saibam disso”, afirmou ao CORREIO.

A atriz Suelen Nefertari interpreta Sara (Reprodução)

De acordo com Nefertari, as gravações conduzidas por Dutra foram práticas e agradáveis, e essa dinâmica contribuiu para o desenvolvimento do curta. “Acredito que tivemos o resultado que queríamos”, aponta Suelen, que já atuou em peças teatrais e comerciais, além de trabalhar como modelo.

Nesse caso, ela relata que houve um intervalo de apenas uma semana entre o convite para protagonizar o filme e o início das gravações. “Conheço e admiro o trabalho do Flávio há dois anos. ‘Revide’ foi uma surpresa para mim”, diz.

FESTIVAL

O diretor conta que seu objetivo, desde o início da produção, é enviar “Revide” para festivais de cinema. “Eu vou ficar responsável pelos nacionais, e minha parceria Sabrina Percario, que mora nos Estados Unidos, pelos internacionais”, pontuando que espera “alguns prêmios”.

Mais próximo do público, o curta ganhou um trailer na última semana, e deve ser lançado ainda neste ano.

Confira:

 

Veja Também