Gestor acredita em classificação do Iraty SC para a grande final da 3ª Divisão

O Azulão precisará vencer o Aruko Sports Brasil, no próximo sábado (27) em Maringá, por dois gols de diferença para obter a vaga na decisão do Paranaense. E os finalistas do campeonato garantem automaticamente o acesso à 2ª Divisão de 2022

Em fase de reconstrução, o centenário Iraty Sport Club terá a chance no próximo sábado (27 novembro) de subir mais um degrau no cenário do futebol paranaense.

Se passar pelo novato Aruko Sports Brasil (ASB), pelo segundo jogo da semifinal na 3ª Divisão de 2021, o Azulão conquistará a vaga na grande final do Paranaense e, de quebra, o acesso à 2ª Divisão de 2022.

Um dos gerentes da Soccer Academy G4, empresa que administra atualmente o futebol do Iraty, está com grandes expectativas. “Do jeito que eles [Aruko] vieram e ganharam de nós aqui, também temos sérias condições de chegar lá e ganhar também”, avalia Sandro Cabral, em entrevista ao CORREIO.

No primeiro jogo da semifinal, realizado no dia 20 de novembro em Irati, o invicto Samurai Black venceu pelo placar de 1 a 0. Mas o Azulão estava bem postado em campo e segurou o melhor ataque da competição. “Adversário difícil, porém foi jogo muito disputado entre as duas equipes”, diz Sandro, acrescentando que o Iraty vai brigar até o fim para subir este ano.

Para tanto, a equipe iratiense precisará vencer o Aruko na tarde de sábado (27) em Maringá (região Noroeste), no Estádio Willie Davids; o empate não interessa. Em caso de vitória azul por diferença de dois gols, classificação direta à grande final e acesso garantido.

Na avaliação do técnico do Iraty, Karmino Colombini, o adversário tem uma boa equipe, com jogadores experientes, investimento financeiro e bom trabalho do treinador Claudemir Sturion. “Mas eu digo a todos que o jogo ainda está aberto”, informando que a equipe iratiense terá a volta de dois jogadores experientes que dão adequação tática ao time: Almeida e Diogo Roque.

TERCEIRA VAGA

Além dos finalistas da Terceirona, pode pintar uma terceira vaga do acesso. É que, com a punição do Cascavel CR, mais um clube deve subir para a 2ª Divisão. Neste caso, os critérios de seleção na fase semifinal serão: pontuação, número de vitórias, saldo de gols e cartões; se empatar em tudo isso, ainda terá um sorteio.

Portanto, se o Iraty não se classificar para a decisão, existe a possibilidade de subir por meio dessa terceira vaga. Do outro lado da semifinal, Laranja Mecânica (de Arapongas) e Foz do Iguaçu também brigam pela classificação; o primeiro jogo entre essas equipes terminou em 3 a 3.

No primeiro jogo da semifinal, o Aruko (camisa branca) venceu o Iraty pelo placar de 1 a 0 (Foto: Felipe Augusto/Aruko Sports Brasil)

TÉCNICO

O time do Iraty é dirigido pelo experiente Karmino Colombini, que passou pelo clube em 2007. “O resultado que está tendo desse nosso sucesso no primeiro ano do profissional… o Karmino tem uma parcela muito grande”, avalia Sandro Cabral.

Aliás, Sandro foi auxiliar técnico do Karmino no Juventus (SP) e jogador em outro tempo. “Ele [Karmino] veio para nos ajudar mesmo”, diz o gerente da G4, revelando que a ideia é contar com o treinador para a próxima temporada.

PROJETO

Em 2021, o Iraty é gerenciado pela Soccer Academy G4, uma empresa que reúne quatro ex-jogadores do clube. Segundo Sandro Cabral, o quarteto viu a possibilidade de levantar o Azulão, um time tradicional do interior paranaense que passava por dificuldades financeiras.

Sandro explica que, a princípio, a G4 faria um trabalho de base, com foco nas equipes Sub-15, Sub-17 e Sub-19. Mas aí pintou o profissional, num cenário economicamente apertado.

Mesmo assim, o saldo em 2021 é positivo, com o Sub-17 na final do torneio Curitiba Cup, contra o time de Paranaguá; e o profissional brigando pelo acesso. “Foi um ano maravilhoso para nós”, resume Sandro.

O contrato é de dez anos com o Iraty. “O objetivo também é voltar para a 1ª Divisão”, diz o gerente, explicando que a saída financeira é o investimento nas categorias de base, revelando e negociando atletas. Mas o time profissional é importante para a cidade. Inclusive, ele agradece o apoio do presidente Odair Marochi Filho e dos iratienses.

Arquibancada do Estádio Cel. Emilio Gomes, em Irati (Foto: Redação)

FINANÇAS

Para iniciar a disputa da 1ª fase da 3ª Divisão estadual, a G4 não conseguiu captar nem 47% da previsão de patrocinadores. Pela montagem rápida do elenco, o grupo não imaginava chegar às semifinais.

Mas, com a classificação confirmada no último jogo da fase de grupos, o Iraty precisou encampar uma campanha de arrecadação junto a torcedores e empresários por meio de ingresso virtual. Tudo isso para cobrir os custos (viagem, hospedagem etc.). O saldo da iniciativa foi de R$ 1,8 mil.

Nesse contexto, Sandro agradece ao empresário Sérgio Malucelli, que cedeu o Centro de Treinamento da SM Sports para refeições. “É um cara [Malucelli] que gosta muito do clube, da cidade”, resume o gerente.