Preço médio do litro da gasolina comum chega a R$ 5,24, em Guarapuava

Segundo o aplicativo Menor Preço (do Nota Paraná), em consulta exclusiva do CORREIO, o litro desse derivado de petróleo variava entre R$ 4,99 (mais barato) e R$ 5,50 (mais caro) no início da tarde desta quinta-feira (4 março), em postos guarapuavanos

O preço da gasolina comum disparou em 2021 no Brasil, provocando protestos e revoltas. Em Guarapuava, o valor médio está em R$ 5,24.

Segundo o aplicativo Menor Preço (do Nota Paraná), em consulta exclusiva do CORREIO, o litro desse derivado de petróleo variava entre R$ 4,99 (mais barato) e R$ 5,50 (mais caro) no início da tarde desta quinta-feira (4 março), em postos guarapuavanos. Vale lembrar que esse app é atualizado a todo momento.

Na data desta quinta, o Menor Preço registrava por volta de 14h30 um valor da gasolina a R$ 4,93, mas era um preço de 20 horas atrás. Como já poderia ter mudado, a reportagem descartou esse número para o cálculo da pesquisa.

Portanto, a média no maior município do terceiro planalto paranaense ficou em R$ 5,24, conforme o litro vendido até o início da tarde desta quinta. É preciso também destacar que o valor mais barato era encontrado em postos “bandeira branca” (sem uma distribuidora conhecida nacionalmente) e o mais caro em estabelecimentos bandeirados.

Agora, para abastecer pagando mais barato em uma bomba bandeirada, o motorista pagava no mínimo R$ 5,15, conforme o Menor Preço.

Comparativamente, o preço médio passou de R$ 5, em levantamento divulgado pelo CORREIO em 22 de fevereiro deste ano, para R$ 5,24. Ou seja, alta de 4,8%.

AUMENTO
Gasolina, óleo diesel e gás de cozinha passaram a custar mais caro na última terça-feira (2) nas refinarias da Petrobras. O litro da gasolina ficou R$ 0,12 mais caro (4,8%) e passou a custar R$ 2,60 para a venda às distribuidoras.

O aumento do óleo diesel foi de 5% (ou R$ 0,13 por litro). O preço para as distribuidoras passou a ser de R$ 2,71. Já o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de botijão ou gás de cozinha, ficou 5,2% mais caro.

O preço do GLP para as distribuidoras será de R$ 3,05 por quilo (R$ 0,15 mais caro), ou seja R$ 36,69 por 13 kg (ou R$ 1,90 mais caro).

O preço informado pela Petrobras se refere ao produto vendido às distribuidoras. Segundo a empresa, até chegar ao consumidor final, o preço do combustível sofre o acréscimo de impostos, o custo para a mistura obrigatória de biocombustíveis e os custos e margens das distribuidoras e postos de gasolina.

OUTROS
Segundo o app Menor Preço, o litro do etanol oscilava entre R$ 3,75 (mais barato) e R$ 4,26 (mais caro) nas bombas de Guarapuava, no início da tarde desta quinta-feira (4).

Já o óleo diesel B S500 poderia custar a partir de R$ 3,86, ainda segundo o mesmo aplicativo.

FUTURO
O presidente Jair Bolsonaro disse quarta-feira (3), segundo a Agência Brasil, que o preço do petróleo no mercado internacional deve subir mais nas próximas semanas, impactando novamente o preço dos combustíveis no Brasil. Para ele, isso reforça a necessidade de troca do comando da Petrobras.

No mês passado, Bolsonaro anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna para assumir a presidência da estatal, no lugar de Roberto Castello Branco, que está no cargo desde o início do governo. O mandato de Castello Branco acaba em 20 de março e a troca ainda precisa ser deliberada pelo Conselho de Administração da Petrobras.