Energisa Sul-Sudeste vai investir R$ 225 milhões em 2022

Principais frentes de investimento contemplam construção de novas subestações e linhas de distribuição, automação da rede e projetos de modernização que devem ser concluídos gradativamente até 2025. Ao todo, Grupo Energisa vai investir R$ 5,6 bi – o maior valor da sua história

A Energisa Sul-Sudeste realizará investimentos de R$ 225 milhões este ano na área de concessão da distribuidora no interior de São Paulo, sul de Minas Gerais e Guarapuava (PR). A quantia é 125% superior à cifra estimada para 2021. Na lista dos investimentos estão melhorias no alimentador de Guarapuava, bem como projeto de implantação da rede elétrica no Assentamento 20 de Novembro.

Ao todo, o Grupo Energisa, maior empresa privada de capital nacional do setor elétrico brasileiro, prevê investimentos de R$ 5,6 bilhões para este ano. Este é o maior aporte da história da empresa para um ano. Desse montante, serão R$ 3,8 bilhões destinados às concessionárias de energia e R$ 362 milhões aos empreendimentos de transmissão.

“Temos uma ambição clara de futuro. Queremos liderar a agenda de transição energética no país como uma plataforma completa de soluções em energia para oferecer os melhores produtos e serviços a pessoas e empresas. Para alcançarmos esse resultado, prosseguimos com a estratégia que alia diversificação dos negócios e investimentos robustos. A gestão eficiente no controle de custos, expansão adequada da base de ativos e dinamismo das áreas de concessão norteiam nossa sólida posição financeira que permitiu aumentar os investimentos nos últimos anos”, afirma Maurício Botelho, CFO da Energisa.

Para 2022, a maior parte da alocação dos recursos na distribuição será direcionada ao combate ao furto de energia, obras de melhoria da qualidade do fornecimento de energia e renovação das frotas. Atualmente, a Energisa Sul-Sudeste atende a aproximadamente 839 mil clientes, divididos em 82 municípios e emprega 1.042 pessoas.

“O nosso trabalho de distribuição de energia está diretamente ligado ao desenvolvimento da infraestrutura dos municípios. Mesmo em meio aos desafios desta pandemia que já dura dois anos, nossos investimentos focam a expansão e modernização do sistema elétrico, a fim de que as pessoas desfrutem do conforto e qualidade de vida que a energia proporciona. Visamos disponibilizar uma energia segura e permanente para que a saúde, comércio, indústria e turismo tenham suporte para se desenvolverem, alavancando novamente a economia do nosso país”, afirma Gabriel Alves Pereira Junior, diretor-presidente da Energisa Sul-Sudeste.

Em 2022, a Energisa planeja realizar diversas obras que vão contribuir para a melhoria e a ampliação do fornecimento de energia. Entre as obras que devem ser concluídas até 2025 está a implantação da rede de energia elétrica no Acampamento 20 de Novembro, localizado no Distrito do Guará, em Guarapuava.

Além disso, o combate ao furto de energia continua sendo uma das prioridades na região. Este ano, a empresa aplicará R$ R$ 2,2 milhões nessa frente. “Esse trabalho é muito importante porque o famoso ‘gato’, além de crime, gera prejuízos a toda a sociedade. Os furtos oneram a população e prejudicam o fornecimento, a arrecadação de impostos e a receita da empresa, comprometendo os investimentos na melhoria dos serviços”, enfatiza Gabriel.

(Foto: Assessoria)

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
Dentro do pacote de investimentos, ao longo deste ano de 2022 a Energisa Sul-Sudeste vai empenhar mais de R$ 8,5 milhões em Projetos de Eficiência Energética (PEE) em toda a sua área de concessão, sendo um deles da Prefeitura de Guarapuava. Na lista destes projetos aprovados e regulamentados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estão trocas de luminárias ineficientes de vapor de sódio e mercúrio para luminárias de LED em pontos de iluminação pública; substituição de equipamentos, luminárias e instalação de painéis fotovoltaicos para geração de energia solar em prédios públicos, instituições filantrópicas e hospitais.

Vale ressaltar que o PEE tem como objetivo promover o uso eficiente da energia elétrica em todos os setores da economia por meio da melhoria e modernização de equipamentos e processos dos clientes finais, trazendo benefícios para toda a sociedade. Os investimentos também contribuem para o desenvolvimento dos municípios, além de reduzir as despesas com energia elétrica.

RESPONSABILIDADE SOCIAL
A Energisa patrocina e apoia diversas iniciativas que valorizam o desenvolvimento socioeconômico, ambiental e cultural da região onde atua. Estes projetos buscam impulsionar o desenvolvimento econômico, regional e social das comunidades, contribuindo para o estímulo e acessibilidade ao lazer, ao esporte e à cultura.

Conforme divulgado recentemente, no último ano a Energisa Sul-Sudeste destinou mais de R$ 973 mil a projetos culturais e incentivos sociais na sua área de concessão. A quantia refere-se a recursos para suporte a entidades, projetos de apoio ao desenvolvimento e amparo de crianças, adolescentes e idosos; apoiado prefeituras e fundos sociais em campanhas solidárias para apoio às famílias em situação de vulnerabilidade social; além de participar de ações de prevenção e combate à Covid-19.

(Foto: Assessoria)

SOBRE A ENERGISA
Com 116 anos de história, o Grupo Energisa é o maior privado do setor elétrico com capital nacional e o também o maior na Amazônia Legal. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. Com receita bruta anual de R$ 29,7 bilhões (2020), o Grupo atende a 8,2 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de mais de 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, transmissão, geração distribuída (Alsol), serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de call center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora), e agora a fintech Voltz, que entra no mercado de contas digitais.