Plataforma #CulturaEmCasa e Teatro Sérgio Cardoso homenageiam Mia Couto

Contos africanos “Chovem Amores” e “Antes de Nascer o Mundo” ganham leitura dramática

O Teatro Sérgio Cardoso e a plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa apresentam a leitura dramática de dois contos africanos. No teatro, o ator brasileiro residente em Moçambique Expedito Araújo faz a leitura da peça “Chovem Amores na Rua do Matador”, adaptada para o teatro a partir do conto dos escritores Mia Couto, de Moçambique, e José Eduardo Agualusa, de Angola, ambos países de língua portuguesa. A apresentação acontece no dia 16 de junho, quinta-feira, às 19h30, com entrada gratuita. Pela plataforma #CulturaEmCasa, Thiago Correa apresenta “Antes de Nascer o Mundo”, obra também de autoria de Mia Couto, com produção da Fundação Cultural de Curitiba. Teatro Sérgio Cardoso e a plataforma #CulturaEmCasa pertencem à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e são geridos pela Amigos da Arte.

A leitura dramática interpretada por Expedito Araújo é uma adaptação do conto para os palcos criada pelo próprio Mia Couto. O enredo retrata a história de Baltazar Fortuna, que após longos anos de uma vida penosa e amargurada, volta a Xigovia com planos de matar as três mulheres com quem se relacionou no passado pela crença de que elas são a fonte de todos os azares que lhe perseguem.

Mia Couto e José Eduardo Agualusa refletem, neste conto, sobre o conflito entre um Moçambique periurbano, que hesita entre um lastro de tradições e práticas ancestrais cristalizadas nas mentalidades masculinas dominantes; e um novo país, de demografia galopante, prenhe de jovens que, a cada dia, se reveem menos nas estruturas culturais herdadas e nas práticas sociais que elas impõem.

O conflito entre Baltazar Fortuna e as suas mulheres – Mariana Chubichuba, Judite Malimali e Ermelinda Feitinha – leva, inevitavelmente, à morte de um desequilíbrio social onde o lugar que cabe às mulheres e aos homens é vigorosamente questionado e resolvido em cada opção, em cada atitude, em cada gesto atual.

“Antes de Nascer o Mundo” conta a história de Silvestre e seus dois filhos, Mwanito e Ntunzi, além do Tio Aproximado e do serviçal Zacaria. O passado, para eles, é pura negação recortada em torno da figura da mãe, morta em circunstâncias misteriosas. O futuro, por sua vez, não existe.

EXPEDITO ARAÚJO

Com mais de 25 anos de experiência na área cultural, tem foco de pesquisa e atuação em atividades relacionadas ao teatro, às artes cênicas, cultura e educação. Como ator, gestor cultural e diretor, destacam-se sua passagem pela Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo, quando implementou o projeto Teatro Vocacional e os projetos Dança, Música, Artes Visuais e Aldeias Guarani Vocacional em mais de cem pontos da cidade por mais de seis anos. Foi curador artístico e um dos criadores do programa cultural Vivo EnCena, da Vivo; curador de teatro do Metrô de São Paulo; gerente de conteúdo da SP Escola de Teatro; consultor do Projeto Ademar Guerra, do Governo do Estado de São Paulo.

Como ator, realizou mais de 20 espetáculos de teatro e mais de 50 performances lítero-musicais. Atualmente reside em Moçambique e um dos destaques mais recentes foi a sua atuação no espetáculo A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector, apresentado em Maputo, Moçambique e Lisboa, Portugal.

SERVIÇO

Leitura Dramática da peça “Chovem Amores na Rua do Matador”

Data: 16 de junho, quinta-feira, às 19h30

Local: Teatro Sérgio Cardoso – Sala Paschoal Carlos Magno

Capacidade: 149 lugares (143 lugares e 6 espaços de cadeirantes)

Duração: 80 minutos

Classificação: 14 anos

Acesso gratuito

Leitura “Antes de Nascer o Mundo”

Acesso gratuito

Plataforma #CulturaEmCasa www.culturaemcasa.com.br disponível para IOS e Android