Em livro de memórias, Zé Simão mescla relatos pessoais com retrato irreverente sobre a história recente do Brasil

Humor e irreverência são as marcas registradas do jornalista, que agora divide com os leitores suas lembranças da carreira, família e amigos, compondo assim um singular e bem-humorado retrato de uma geração… e do Brasil

O jornalista José Simão tem uma das colunas de humor mais conhecidas do Brasil. Há décadas, o “presidente” Zé Simão escreve para o jornal Folha de S.Paulo, no famoso caderno cultural Ilustrada. Ele também participa da programação da rádio BandNews em São Paulo.

Agora, o leitor poderá conhecer outras facetas do colunista no livro de memórias “Definitivamente, Simão!”, programado para ser lançado em 28 de junho pela Objetiva, que é um selo da editora Companhia das Letras.

Nesta obra, ele teve a ideia de contar suas memórias sentimentais, que se relacionam com a história do Brasil nas últimas décadas. Assim, discute de temas da atualidade até as performances de figuras lendárias como Elvira Pagã, Virgínia Lane e Mara Rúbia.

Zé Simão fala de sua homossexualidade, das novelas de que gostou e não gostou, da pandemia de Covid-19, das inúmeras viagens que fez para países como China, Cuba, Egito e Portugal, de seus reality shows preferidos, das Copas que cobriu e, principalmente, dos amigos que fez ao longo da vida, como o companheiro no rádio, Ricardo Boechat.

Além disso, Simão rememora cenas de sua infância e adolescência, vividas em uma família de origem libanesa e com membros atuantes na esquerda brasileira, e os bastidores de sua carreira desde os anos 1980.

Como diz o próprio José Simão, “não é um livro homenagem ao Brasil. Mostra um Brasil desigual, um Brasil alegre, um Brasil que se conformou, um Brasil que luta, um Brasil da folia. Um Brasil que eu sinto!”.

CARREIRA
Mais conhecido como Zé Simão, esse jornalista paulistano nasceu em 1943. É colunista da Folha de S.Paulo desde 1987, quando assumiu uma coluna humorística na Ilustrada.

No portal UOL, teve os programas “Monkey News”, “Ondas Latinas” e o “Blog do Simão”.

Diariamente faz o quadro “Buemba! Buemba!”, na BandNews FM. Ao longo de sua carreira, publicou diversos livros, como “A esculhambação geral da República” (2011).

Capa de Alceu Chiesorin Nunes (Foto: Reprodução)

SERVIÇO
“Definitivamente, Simão! (Ou de como eu dancei com o Nureyev, aplaudi o pôr do sol nas Dunas da Gal, chamei um político de Picolé de Chuchu e virei presidente do Partido da Genitália Nacional)”, de José Simão

Capa: Alceu Chiesorin Nunes

280 páginas, formato 14.00 X 21.00 cm

Preço: R$ 64,90 | E-book: R$ 39,90

Lançamento: 28/06/22

**********Com informações de assessoria