Tarantino estreia na literatura com versão ampliada do filme ‘Era uma vez… em Hollywood’

“A aguardada estreia de Quentin Tarantino na literatura é uma leitura de fôlego, com ritmo de humor e recheada de pérolas sobre a era de ouro do cinema”. Confira esta e outras notas sobre cultura e entretenimento

Famoso por filmes como “Pulp Fiction” (1994) e “Django Livre” (2012), o cineasta e roteirista norte-americano Quentin Tarantino estreia no universo da literatura. Em 29 de junho, a editora Intrínseca lança no Brasil “Era uma vez em Hollywood” (560 páginas, tradução de André Czarnobai), que é inspirado no premiado roteiro do filme. “A obra apresenta cenas extras dos personagens Rick Dalton, Cliff Booth e Sharon Tate e mostra os bastidores da era de ouro do cinema”, diz o material de divulgação.

“A aguardada estreia de Quentin Tarantino na literatura é uma leitura de fôlego, com ritmo de humor e recheada de pérolas sobre a era de ouro do cinema. Em ‘Era uma vez em Hollywood’, Tarantino oferece uma vasta gama de detalhes que ampliam o universo dos personagens, criando desfechos inovadores, novos cenários e diferentes possibilidades para o filme vencedor de duas categorias do Oscar 2020 — uma delas, a de Melhor Ator Coadjuvante para Brad Pitt (Cliff Booth)”.

Pré-venda nos formatos de livro impresso (R$ 49,90) e e-book (R$ 34,90). Confira no site da editora (https://www.intrinseca.com.br/livro/1067/).

Enredo
No filme “Era uma vez… em Hollywood” temos uma Los Angeles em 1969. Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) é um ator de TV que, juntamente com seu dublê, está decidido a fazer o nome em Hollywood. Para tanto, ele conhece muitas pessoas influentes na indústria cinematográfica.

Clube
O livro de Tarantino também estará disponível em julho, como exemplar extra, para os membros do Intrínsecos (https://www.intrinsecos.com.br/livro-extra-de-quentin-tarantino), que é o clube de leitura da Intrínseca. Como é comum nessa modalidade, o leitor se torna um assinante e passa a receber mensalmente os livros do clube. Existem duas opções de assinatura: Padrão – R$ 59,90/mês+frete fixo de R$ 10 por mês para todo o Brasil (sem fidelidade: você pode cancelar sem multa); ou Anual – R$ 54,90/mês+frete fixo de R$ 10 por mês para todo o Brasil (com fidelidade: 12 meses).

Capa do livro (Foto: Reprodução)

Autor
Dono de uma imaginação vibrante, Quentin Tarantino é um dos maiores expoentes do cinema de uma geração. Sua assinatura está em filmes que adquiriram o status de clássicos, entre eles, “Cães de Aluguel”, “Pulp Fiction”, “Kill Bill”, “Bastardos Inglórios” e “Django Livre”. Tarantino foi premiado com o Oscar de Melhor Roteiro Original duas vezes e seu filme mais recente, “Era uma vez… em Hollywood” (2019), foi indicado a cinco Globos de Ouro, dez BAFTAs e a dez categorias do Oscar.

Streaming
Uma grande notícia para os fãs de cinema brasileiro. Segundo o jornal Metro, neste sábado (19 junho), Dia do Cinema Brasileiro, estreia o Itaú Cultural Play (itauculturalplay.com.br), novo serviço gratuito de streaming. O jornal conta que o catálogo inicial será composto por 135 títulos brasileiros, disponível com acesso grátis em todo território nacional para maiores de 18 anos. A princípio, apenas para computadores; mas, num segundo momento, chegará a celulares e celulares; e, finalmente, às smartvs. O catálogo inclui ficção, documentários, animações, curtas-metragens, séries, palestras, entrevistas.

Streaming
A coluna acessou a página do serviço, que já está no ar (mas ainda sem exibição dos filmes até esta sexta-feira, dia 18 de junho de 2021), e constatou que o Itaú Cultural Play terá parcerias com famosos festivais, caso do É Tudo Verdade e do In-Edit Brasil, além de canais como o Arte 1. Para usufruir do conteúdo, basta fazer um cadastro gratuito. Detalhe: é uma plataforma com acesso GRÁTIS.

Relespública
Notícia para quem curte o bom e velho rock and roll do Paraná. Após um hiato de 13 anos, a banda curitibana Relespública (Fábio Elias, Ricardo Bastos e Emanuel Moon) voltou a gravar. Recém-saído do forno, o EP “Sem ninguém ao lado” (selo Volts) já está disponível nas plataformas digitais. O primeiro clipe é “Mods Are Back Again”, com direção de Raul Machado. “Mods Are Back Again soa como um grito de guerra da banda e evoca a identidade mod forjada nos primeiros anos da Relespública”, diz material de divulgação.

Reles 2
O EP “Sem ninguém ao lado” marca o reencontro com o produtor Marcelo Crivano com quem a banda criou o cultuado álbum “As Histórias São Iguais” (2003) e o especial MTV Apresenta (2006). Para este EP, a Relespública precisou revirar o próprio baú. As cinco faixas de “Sem ninguém ao lado” estão no repertório de shows da banda há décadas, mas nunca tinham sido gravadas. “Nelas estão a essência do som e da estética da banda formada em Curitiba em 1989: rock de garagem com fúria adolescente e a elegância agressiva do mod”, diz a banda.

Reles 3
O nome do EP é retirado da letra da faixa “Grito de socorro” que fecha o trabalho. A tracklist final é composta por dez faixas, pois as cinco músicas também estão publicadas em versões instrumentais. Veja a lista do disco:

1) Mods Are Back Again (Fabio Elias)
2) Mamaoola (Fabio Elias)
3) Turn Turn (Fabio Elias e Daniel Fagundes)
4) Voar o Céu (Fabio Elias)
5) Grito de Socorro (Fabio Elias)