Banda Charme Chulo está no ar com novo álbum de estúdio

“O negócio é o seguinte” apresenta 10 canções (9 inéditas e uma releitura) gravadas no 1º semestre de 2021, no estúdio Arnica Cultural, em Curitiba (PR), com produção musical do Rodrigo Lemos. Mais detalhes na coluna NOTAS TROPICAIS, que ainda tem informações sobre a publicação Café Espacial#19, a 2ª Mostra Taturana de Cinema e o edital Olhares do Brasil

A banda paranaense Charme Chulo estreou nesta terça-feira (14 setembro), em todas as plataformas de streaming (YOUTUBE, por exemplo), seu novo álbum de estúdio: “O negócio é o seguinte”. “Esse lançamento só é possível graças à contribuição do público. Obrigado a todos que participaram da campanha de financiamento, esperamos de coração que o disco acompanhe vocês ao longo dessa temporada”, diz a banda, em suas redes sociais.

Segundo informações, “O negócio é o seguinte” apresenta 10 canções (9 inéditas e uma releitura) gravadas no 1º semestre de 2021, no estúdio Arnica Cultural, em Curitiba (PR), com produção musical do Rodrigo Lemos. A mixagem e masterização é do Guigo Berger, e o projeto gráfico, do Carlos Bauer.

“Nesse trabalho ainda temos a honra de receber o acordeonista Diego Kovalski e o saxofonista Rodrigo Nickel como convidados especiais”.

Incentivos
“O negócio é o seguinte” também conta com incentivos diretos e um apoio da Ebanx, recursos que têm sido fundamentais para as despesas de divulgação e promoção.

Banda
Famosa pela mistura de rock e música caipira no início de sua trajetória, a banda Charme Chulo é formada atualmente por Igor Filus (voz), Leandro Delmonico (viola, guitarra e voz), Hudson Antunes (baixo) e Douglas Vicente (bateria).

Café Espacial
A publicação Café Espacial apresentou a capa de sua nova edição. A imagem é assinada pela ilustradora portuguesa Susa Monteiro. Esse número 19 (2021) será lançado em outubro, mas a pré-venda já iniciou (R$ 28). São 100 páginas, formato 17 x 24 cm com miolo preto & branco. Confira em https://cafeespacial.com/loja/cafeespacial-19/

Café Espacial 2
Criado em 2007 pelo editor Sergio Chaves e pela jornalista Lídia Basoli, o selo Café Espacial tem a missão de aproximar públicos de diversos segmentos artísticos por meio da difusão de histórias em quadrinhos autorais e artes afins. Editada em Marília, interior de São Paulo, a revista Café Espacial (ISSN 2176-9869) foi a primeira publicação do selo e obteve 7 premiações nacionais.

Imagem é assinada pela ilustradora portuguesa Susa Monteiro (Foto: Reprodução)

Mostra
Começa nesta terça-feira (14 setembro) a 2ª Mostra Taturana de Cinema: Democracia e Antirracismo, realizada em parceria com a Coalizão Negra por Direitos, Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro (APAN) e Wonder Maria Filmes (Portugal). Reúne curtas e longas-metragens documentais, brasileiros e de outros países, sob a premissa de que não é possível falar em democracia sem se comprometer com a luta antirracista.

Mostra 2
Todos os filmes da 2ª Mostra Taturana de Cinema estão disponíveis pela plataforma TodesPlay (https://todesplay.com.br/), com o detalhe de que os curtas ficam no ar de 14 a 19 de setembro; e os longas por 48h, a partir da data inicial de exibição (sempre às 20h no Brasil). Mais informações: www.mostra.taturanamobi.com.br/

Edital
Divulgar artistas brasileiros/as que abordam temas relacionados a direitos humanos em suas obras. Esse é o objetivo do edital Olhares do Brasil, organizado e promovido pelo Instituto de Desenvolvimento e Direitos Humanos (IDDH). Em 2021, o IDDH tem como parceria o Coletivo RPU Brasil — coalizão que reúne mais de 30 organizações/redes que monitoram os direitos humanos no país através de um mecanismo da ONU chamado Revisão Periódica Universal (RPU).

Edital 2
Em resumo, esse edital selecionará artistas brasileirxs para ilustrar relatório que será apresentado na ONU. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através deste FORMULÁRIO, até o dia 25 de outubro. O edital com todas as informações está DISPONÍVEL AQUI.