Guarapuava aguarda recebimento de vacinas para iniciar aplicação da terceira dose

Porém, até o momento, não há definição da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) de quando a imunização deve começar

A partir da conclusão da vacinação com a primeira dose em jovens com 18 anos, Guarapuava deve receber do Ministério da Saúde lotes exclusivos para a aplicação da terceira dose em pessoas com 70 anos ou mais e que tomaram a segunda dose há mais de 6 meses.

Porém, até o momento, não há definição da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) de quando a imunização deve começar.

Além de idosos, pacientes imunossuprimidos também serão contemplados, desde que se enquadrem nos critérios estabelecidos pela Nota Técnica do Ministério da Saúde:

I – Imunodeficiência primária grave. 

II – Quimioterapia para câncer. 

III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras. 

IV – Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 <200 céls/mm3. 

V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias. 

VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune (vide tabela 1). VII – Pacientes em hemodiálise. VIII – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Para os indivíduos com alto grau de imunossupressão o intervalo para a dose de reforço deverá ser de 28 dias após a última dose do esquema básico. 

O imunizante aplicado dependerá das remessas enviadas, podendo ser do mesmo laboratório das vacinas aplicadas anteriormente ou outro recomendado pelo Ministério da Saúde.